Página Inicial  |  Perfil  |  Equipe  |  Contato  | 
Links

  

redacao.noticia@noticiacapital.com.br
71 9128-9520

 
  Home - Poesias - Irã condena as atrocidades de Israel contra os palestinos em Gaza
 

Categorias

  Brasil
  Cultura
  Cursos & Concursos
  Dos Blogs & Sites
  Economia
  Educação
  Entrevistas e Reportagens
  Esporte
  Geral
  Internacional
  Mosaico
  Municípios
  Notas
  Opinião
  Politica
  Salvador
  Saúde & Medicina
  Turismo
 

Colunistas

 Agenor Calazans
 Aldo Trípodi
 Alessandra Nascimento
 Gerson Brasil
 Gil Vicente Tavares
 Guto Amoedo
 Kim Niederauer
 Marcelo Torres
 Valter Xéu
 Vitor Carvalho
 

Serviços

  Coelba
  Embasa
  Auxílio a Lista
  Prefeitura de Salvador
  Previdência Social
  Receita Federal
 
COLUNISTAS
 Valter Xéu

 
 
Irã condena as atrocidades de Israel contra os palestinos em Gaza
15 de Março de 2014 13:46


O Irã condenou quinta-feira (14) a escalada de ataques realizados pelo exército israelense contra a sitiada população palestina na Faixa de Gaza.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores persa, Marzie Afjam, afirmou que os recentes ataques violentos por parte do regime de Tel Aviv contra as pessoas inocentes de Gaza, vem demonstrar o desespero dos israelenses em encarar a resistência.

 Segundo o diplomata, não existe a menor dúvida de que as atrocidades cometidas pelo regime de Israel contra os palestinos reforçar mais ainda, a vontade da população a resistir até a libertação de todos os territórios ocupados, e rejeitar a ilusão de reconciliação com os israelenses sob a tutela do ocidente.

 Aeronaves e tanques israelenses atacaram durante a quarta e quinta-feira várias áreas dentro do enclave costeiro de Gaza e que causou ferimentos em três palestinos.

O regime de Tel Aviv afirma que os ataques responderam a um lançamento de vários mísseis do lado palestino nos territórios ocupados.

No entanto, as Brigadas al-Quds, braço militar do movimento palestino Jihad Islâmica, assegurou que seus ataques foram em resposta a ataque aéreo israelense na terça-feira e que causou a morte de três palestinos em Rafah, no sul da Faixa de Gaza.

Os ataques entre a Jihad Islâmica e o regime de Israel tornar-se a maior escalada de violência desde 2012. O regime de Tel Aviv bloqueou as fronteiras e a população de Gaza foi completamente isolada.

A violência exercida pelo exército israelense contra os palestinos gerou críticas de muitas agências de Direitos Humanos.

A Anistia Internacional (AI), publicou no último 26 de fevereiro um relatório onde criticou duramente o regime israelense pelo uso excessivo de violência contra o povo palestino e o desrespeito pela vida humana, que se manifesta com suas performances.

Traduzido pela redação do Irã News, com informações do Hispan TV