Página Inicial  |  Perfil  |  Equipe  |  Contato  | 
Links

  

redacao.noticia@noticiacapital.com.br
71 9128-9520

 
  Home - Poesias - Novo comércio, serviços e estacionamentos para a Barra
 

Categorias

  Brasil
  Cultura
  Cursos & Concursos
  Dos Blogs & Sites
  Economia
  Educação
  Entrevistas e Reportagens
  Esporte
  Geral
  Internacional
  Mosaico
  Municípios
  Notas
  Opinião
  Politica
  Salvador
  Saúde & Medicina
  Turismo
 

Colunistas

 Agenor Calazans
 Aldo Trípodi
 Alessandra Nascimento
 Gerson Brasil
 Gil Vicente Tavares
 Guto Amoedo
 Kim Niederauer
 Marcelo Torres
 Valter Xéu
 Vitor Carvalho
 

Serviços

  Coelba
  Embasa
  Auxílio a Lista
  Prefeitura de Salvador
  Previdência Social
  Receita Federal
 
COLUNISTAS
 Guto Amoedo

 
 
Novo comércio, serviços e estacionamentos para a Barra
16 de Agosto de 2014 19:00

A bem empreendida revitalização do bairro da Barra feita pela Prefeitura é uma prova da execução de um trabalho que contempla não apenas o resgate de um tecido urbano, que estava esgarçado, em decorrência do abandono e da falta de investimento nessa área. Descrita como uma das três mais belas praias do mundo, o Porto da Barra vai além do cartão postal e se mostra como um local desejado pelos turistas e amado pelos baianos.

Não só aqui no Brasil e particularmente na Bahia, mas também em diversas partes do mundo, as intervenções realizadas em várias cidades, em áreas degradadas, buscam conferir à realidade do local formas dinâmicas de utilização do espaço, baseadas em investimentos associados a comércio e lazer. Nesse sentido, os espaços passam a ser alvos de projetos que visam a imprimir-lhes outras alternativas de utilização, oscilantes entre a afirmação de sentidos tradicionais e a incorporação de novos usos.
A revitalização presente na maioria das proposições de reforma urbana prima pela valorização simbólica doa espaços, mas também por novos investimentos imobiliários, tendo em vista atrair a presença da classe média. Nesse sentido, a parte física deve englobara também redes subterrâneas de energia. A fiação exposta, além de trazer risco ao cidadão, interfere na nova organização espacial do bairro.
É justamente nesse aspecto que os projetos precisam se dar conta de que a urbanidade como é hoje concebida envolve elementos de importância estratégica para o funcionamento e conservação do que foi proposto e executado.
Tomemos por exemplo, a questão da atração de novos negócios para dinamizar a região a ser recuperada. O antigo comércio existente, além de não ser suficiente, às vezes é incompatível com a nova dinâmica a ser instalada no local.
Não há nenhum poder de atração numa estrutura desgastadas e sem a menor inovação, muito menos o oferecimento de produtos que possam despertar o interesse do público atraído para a nova área pela beleza e opções de lazer.
No caso da Barra, há uma necessidade de novos empreendimentos imobiliários, especialmente voltados para o consumo e serviços, de forma a garantir a funcionalidade do bairro, como se sabe detentor de uma alta classe média e frequentado por turistas de alto padrão, em razão dos hotéis ali encravados. .
Em todos os lugares do mundo, onde áreas degradadas são revitalizadas, ocorrem esses investimentos de pequeno e grande porte que dão sustentação ao local. Se associarmos isso ao turismo, teremos uma demanda cultural e de lazer de grande potencial.
A valorização de um público flutua.