Página Inicial  |  Perfil  |  Equipe  |  Contato  | 
Links

  

redacao.noticia@noticiacapital.com.br
71 9128-9520

 
  Home - Poesias - O Camarote Marta Góes e sua ação cultural
 

Categorias

  Brasil
  Cultura
  Cursos & Concursos
  Dos Blogs & Sites
  Economia
  Educação
  Entrevistas e Reportagens
  Esporte
  Geral
  Internacional
  Mosaico
  Municípios
  Notas
  Opinião
  Politica
  Salvador
  Saúde & Medicina
  Turismo
 

Colunistas

 Agenor Calazans
 Aldo Trípodi
 Alessandra Nascimento
 Gerson Brasil
 Gil Vicente Tavares
 Guto Amoedo
 Kim Niederauer
 Marcelo Torres
 Valter Xéu
 Vitor Carvalho
 

Serviços

  Coelba
  Embasa
  Auxílio a Lista
  Prefeitura de Salvador
  Previdência Social
  Receita Federal
 
COLUNISTAS
 Aldo Trípodi

 aldotripodi69@hotmail.com
 
O Camarote Marta Góes e sua ação cultural
28 de Fevereiro de 2015 12:29


O Artista plástico e crítico de arte César Romero e Marta Góes. Ele corou os homenageados deste ano

Um diferencial, bastante distinto neste e noutros carnavais é a ação cultural que Marta Góes propõem no meio da folia ano passado foi a artes plásticas e este ano a literatura. 

Recebi da documentarista Renata Rocha o seguinte texto que transcrevo dada a importância do evento: A plasticidade roubou a cena mais uma vez no Camarote Marta Góes que este ano fez homenagem a grandes nomes da Bahia como o tema “Literatura e alegria”. As cores presentes no figurino da anfitriã tiveram como referência principal o fardão da Academia Brasileira de Letras, uma inovação que indicava mais novidades preparadas para a folia dos dias seguintes. O projeto cenográfico foi desenvolvido pelos produtores Almir Jr. e Marcelo Gomes com a participação da arquiteta Milena Saraiva e da designer Mai Saraiva.

Este ano a promoter e banqueteira Marta Góes prestigiou o guru do tropicalismo, o poeta e compositor José Carlos Capinan como Rei do camarote, a dramaturga Aninha Franco como Rainha e a escritora Mabel Veloso como Madrinha. Os homenageados foram coroados pelo artista plástico e crítico de arte Cesar Romero, que foi Padrinho do Camarote ano passado.

O Rei Capinan, foi vestido de Luiz Gama, um escritor abolicionista baiano e Aninha de baiana de samba de roda do recôncavo. Ambos montaram o figurino no rico acervo “Boca de Cena” de Maurício Martins que reúne peças valiosas que vão de acessório aos cenários a serviço da classe artística e para amantes das luxuosas fantasias. Durante a programação carnavalesca o Rei foi vestido de afro baiano, com o figurino criado pela estilista Mônica Anjos.

Na entrada principal do camarote, os foliões foram recepcionados com uma instalação criada com papeis fosforescentes, rede e iluminação especial. Eram canudinhos de papel, aqueles de amendoim torrado que os ambulantes costumam fazer com um antigo papel que embrulhavam pão nas padarias do interior. Uma poesia colorida!


Quando Morais Moreira passou, conversou com os homenageados do camarote Marta Góes e cantou para Capinan que recebeu inúmeras homenagens de parceiros que passavam pelo circuito como Luiz Caldas, Daniela Mercury, Armandino, Durval Lelis, Cortejo Afro dentre outros. Por lá já passaram: o governador Rui Costa e a primeira-dama Aline Costa, os secretários de estado Olívia Santana e Nestor Duarte, o procurador geral do estado Paulo Moreno Carvalho, a cantora Divina Valéria, Irene Santino autora do livro de Adilson Santos que fizemos a empresária Lia Ferreira, o jornalista Ronaldo Jacobina, a pintora Almira Reuter e seu filho Gualton Reuter, o juiz Ivanilton Santos foi com a esposa Nonita Francisca.

O camarote Marta Góes contou com a arte da gastronomia de Marta e sua equipe além de um bolo desenhado por Rita Brandão que roubou a cena dos holofotes pela beleza e riqueza de detalhes. O espaço situado no Farol Barra Flat, dentro do circuito Barra-Ondina, recebeu convidados durante todo o carnaval 2015 patrocinado pelo Banco do Brasil, grande investidor do carnaval de Salvador.