Página Inicial  |  Perfil  |  Equipe  |  Contato  | 
Links

  

redacao.noticia@noticiacapital.com.br
71 9128-9520

                             
 
  Home - Notícias - Prefeitura assegura piso nacional aos professores
 

Categorias

  Brasil
  Cultura
  Cursos & Concursos
  Dos Blogs & Sites
  Economia
  Educação
  Entrevistas e Reportagens
  Esporte
  Geral
  Internacional
  Mosaico
  Municípios
  Notas
  Opinião
  Politica
  Salvador
  Saúde & Medicina
  Turismo
 

Colunistas

 Agenor Calazans
 Aldo Trípodi
 Alessandra Nascimento
 Gerson Brasil
 Gil Vicente Tavares
 Guto Amoedo
 Kim Niederauer
 Marcelo Torres
 Valter Xéu
 Vitor Carvalho
 

Serviços

  Coelba
  Embasa
  Auxílio a Lista
  Prefeitura de Salvador
  Previdência Social
  Receita Federal
 
NOTÍCIAS
 
Prefeitura assegura piso nacional aos professores
04/05/2017 20:05:14

A prefeita Moema Gramacho, de Lauro de Freitas, garantiu que nenhum professor da rede municipal de ensino de Lauro de Freitas receberá menos que o piso nacional estipulado hoje pelo governo federal em R$ 2.298,80. O anúncio, feito durante a sétima rodada de negociações com os docentes e representantes da categoria, responde à pauta de reivindicações apresentadas ao Executivo.

Dentre as solicitações dos professores está o retorno das eleições diretas para os cargos de diretor escolar e vice. O modelo democrático de escolha das lideranças foi implementado na segunda gestão de Moema no município e retirado na gestão passada. “Para mim eleições diretas não é um pleito de vocês, mas um compromisso do meu governo”, pontuou a gestora que seguiu destrinchando cada item das solicitações.

A Comissão dos trabalhadores colocou na mesa a reivindicação de aumento de 3,5% em abril, 3,5% em setembro e 3,6% em novembro totalizando 10,64% de reajuste. “Nós vamos avaliar a possibilidade financeira da Prefeitura em arcar com esse aumento. Meu objetivo é garantir os salários sem atraso nesta crise”, disse Moema.

Uma nova reunião com a categoria foi marcada para a próxima terça-feira (16). De acordo com o secretário de Educação, Paulo Gabriel, até lá serão discutidos internamente os impactos econômicos do possível reajuste.

“Esse é um momento histórico, os professores já saíram com uma grande vitória de ter assegurado pela prefeita que nenhum educador desta cidade receberá abaixo do piso e que também poderemos continuar discutindo o novo plano de carreira. Nós buscamos que o limite máximo do respeito prevaleça”, frisou.


 
 

 

 


 

 

 
 



Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.



 
 
create', 'UA-40109063-1', 'noticiacapital.com.br'); ga('send', 'pageview');