Exportação de frutas no Tecon Salvador cresce 112% no primeiro semestre de 2017

      

O Terminal de Contêineres do Porto de Salvador, operado pelo Grupo Wilson Sons, apresentou crescimento recorde de 112% nas exportações de uva e manga no primeiro semestre deste ano, em comparação ao mesmo período de 2016. De janeiro a junho, foram movimentados 536 contêineres. Os principais destinos das frutas, que são produzidas no Vale do São Francisco, são Estados Unidos e Europa.

“O Tecon Salvador se consolidou como primeira opção para os produtores dessa região. Ao longo do ano, nós nos reunimos com eles para mapear necessidades e buscar soluções. Hoje conseguimos, por exemplo, antecipar a chegada das frutas ao destino, garantindo que o produto ganhe mais tempo de prateleira”, ressalta Patrícia Iglesias, diretora comercial do terminal. Uma iniciativa nesse sentido foi o Workshop do Packing ao Porto, realizado em junho, em Petrolina (PE), para os produtores do Vale do São Francisco. O evento reuniu 60 pessoas e o objetivo foi esclarecer todos os pontos do transporte da fruta, da fazenda ao embarque no navio.

O terminal baiano oferece agendamento de gate exclusivo para carga refrigerada, feito online, pelo Portal do Cliente. Com isto, o produtor tem a vantagem de ter à disposição horários livres para recolhimento da carga 24 horas, além de contar com o PDE (Liberação Posterior de Embarque), permitindo agilizar a documentação emitida pela Receita Federal.

Cabotagem – Outro destaque do terminal foi a cabotagem, que teve alta de 18% no primeiro semestre, em relação ao igual período de 2016. Junho também registrou o segundo melhor resultado do ano. Foram movimentados 5,3 mil TEUs no período, o que representou um crescimento de 22,3%,em relação ao mesmo mês do ano passado. Entre as principais cargas movimentadas estão varejo (+49%), químicos e petroquímicos (+16%) e arroz (+13%).