Prefeitura garante apoio ao Flipelô

      
Para que tudo ocorra bem durante a primeira Festa Literária Internacional do Pelourinho (Flipelô), programada para acontecer entre os dias 9 e 13 de agosto, a Prefeitura ampliará o número de agentes que vão atuar diretamente com a mobilidade, controle do trânsito, estacionamentos, ordenamento de comércio informal, segurança, acessibilidade e limpeza urbana. O evento é uma realização da Fundação Casa de Jorge Amado e co-realização do Serviço Social do Comércio (SESC), com incentivo da Prefeitura.
 
A abertura ficará por conta da cantora e compositora Maria Bethânia, que fará um recital, passeando por textos que vão de Fernando Pessoa a Manoel de Barros e Maria Gabriela Llansol. O recital terá início às 20h do dia 9 de agosto, na Igreja Rosário dos Pretos, no Largo do Pelourinho. Com o evento, a Fundação espera atingir 50 mil pessoas, entre baianos e turistas. Toda a programação é gratuita e inclui 50 atividades entre saraus, conferências, apresentações teatrais, contação de história, mesa de debate, feira gastronômica, shows e lançamento de livros.
 
O secretário de Cultura e Turismo (Secult), Cláudio Tinoco, diz que o intento do município é apoiar cada vez mais iniciativas na área cultural e fazer de eventos como a Flipelô parte dos calendários nacional e internacional do setor. "Até mesmo pelo potencial literário da capital baiana, entendemos como necessário o apoio da Prefeitura aos eventos promovidos pela Fundação Casa de Jorge Amado, a exemplo dos festivais literários no Centro Histórico”, disse.
 
O secretário lembrou ainda do sucesso da Casa do Rio Vermelho. “Essa parceria com a Fundação já gerou frutos interessantes, como a consolidação da Casa do Rio Vermelho, onde viveram Jorge e Zélia, e que hoje recebe cerca de 25 mil turistas por ano, mostrando todo o potencial baiano no que se refere à literatura. Por conta disso, reforço, além da contribuição com a isenção de algumas taxas, a Prefeitura contribuirá na forma de serviços em diversas áreas”, afirmou.
 
Homenagem - A Flipelô foi um desejo da Fundação Jorge Amado, e se concretiza no ano em que o escritor baiano completaria 105 anos de idade e no centenário de Zélia Gattai. Por esse motivo, o evento vai homenagear o casal de escritores e ainda a escritora Myriam Fraga, que faria 80 anos em novembro. A diretora da fundação, Ângela Fraga, destaca a importância de ter entes públicos entre os parceiros da iniciativa. "Esta contribuição é mais um incentivo para a a realização da Flipelô. Lembrar o Pelourinho, por integrar o Centro Histórico de Salvador e ser também cenário de vários romances de Jorge, é um incentivo também à toda cadeia produtiva da região”, ressaltou.
 
Shows - De 9 a 12 de agosto, as Praças Tereza Batista e Pedro Arcanjo receberão shows gratuitos de cantores que transitam entre  a música e a literatura, como Arnaldo Antunes, Moraes Moreira, Chico César, Marina Lima, dentre outros. Com o título A Palavra Cantada, as apresentações terão início sempre às 21h30.