Imbassahy prega a união do PSDB pelas reformas que o país precisa

      



O ministro Antonio Imbassahy, da Secretaria de Governo, acredita que a divisão do PSDB na votação que arquivou o andamento da denúncia contra o presidente Michel Temer é página virada e agora o partido caminhará unido pelas reformas estruturantes. Na votação, a maioria da bancada votou pelo arquivamento.

“O PSDB é um partido de diálogo, de grandes líderes e gestores, e traz na sua história o compromisso com as reformas e com a modernização do país. É natural que surjam divergências de posições em questões pontuais. Encerrada essa questão da denúncia, tenho certeza de que o partido ajudará na aprovação das reformas política, da previdência e da simplificação tributária, assim como fez na modernização da legislação trabalhista, na reforma do Ensino Médio, na aprovação de um teto para os gastos públicos. São questões cruciais para o país”, afirmou.
Para Imbassahy, “o que interessa aos brasileiros é que o governo e o Congresso avancem na recuperação da economia, do emprego e da renda das famílias. No mais é debate político, coisa pequena", disse.