Ciclo de atividades apresenta oportunidades para empreendedores em Feira de Santana

      



 

Em uma semana intensa de eventos voltados para o fomento ao empreendedorismo local e desenvolvimento sustentável dos micro e pequenos negócios, o Sebrae em Feira de Santana realizou a última etapa deste ciclo nesta sexta-feira, 25, com o lançamento da Sexta da Oportunidade, realizado na unidade da instituição. Ao todo, a maratona de seminários e palestras, que ainda contou com a realização do Sebraecomm, na quarta-feira, 23, e do primeiro Seminário de Marketing na quinta, 24, reuniu mais de 300 pessoas.

Para Isailton Reis, gerente regional do Sebrae, a programação que apresentou, sob diversos ângulos, oportunidades de negócio, foi muito positiva. “Encerramos hoje um ciclo muito bom em relação à oportunidade de negócios e posicionamento da pequena empresa em Feira de Santana. Desde a quarta-feira falamos para a imprensa, passamos pelo ponto de vista do marketing e, por fim, o debate feito por empresas de sucesso que responderam à questão ‘como você aproveitou a sua oportunidade de negócio?’. Então, foi uma semana muito rica e que fez a diferença no mercado de Feira”, avalia.

Com a Sexta da Oportunidade, o Sebrae torna a sexta-feira um dia dedicado ao conhecimento para o potencial empresário, auxiliando-o gratuitamente a montar um planejamento e estruturar o seu modelo de negócio. Com formato inovador, o programa foi apresentado ao público e, no lançamento, foram abordadas experiências bem sucedidas de negócios através de um bate-papo com especialistas e a participação técnica do Sebrae.

Nesta primeira semana, o tema foi tendências de mercado, com a apresentação de dados sobre o mercado local e segmentos que estão em alta em todo o país, como a alimentação fora do lar e a moda plus size. Entre os temas dos próximos encontros estão franquias, além de uma oficina voltada para a ferramenta Canvas, que analisa e desenvolve áreas estratégicas de um empreendimento, e uma palestra dedicada ao Radar Sebrae, com dados sobre ideias de negócio e melhores localizações para abertura de empresas.

A proposta é atender àqueles que estão maturando a ideia de montar um empreendimento, mas têm algumas dificuldades e precisam de mais informações sobre mercado e cenário. Esse desejo atraiu ao evento Jane Oliveira e Viviane Santos, que pretendem abrir um negócio. “Pretendo vir aos próximos encontros para colher mais informações”, diz Viviane. “A gente chega aqui com uma dúvida pensando em montar um tipo de negócio, mas, com as orientações, percebemos outras oportunidades. É esse conhecimento é que torna a possibilidade mais viável. Feira está abrindo um leque de oportunidades e devemos buscar o nosso diferencial”, completa Jane.

Para auxiliar potenciais empreendedores como Viviane e Jane, o Sebrae recebeu durante o lançamento os empresários Adolfino Neto, da Próton Sistemas, e Wesley Matos, da empresa júnior da Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS), a ADM Jr. Cases de sucesso inseridos na iniciativa, eles realizaram um bate-papo com os participantes, esclarecendo dúvidas e contando as suas histórias. “O sucesso está ligado ao conhecimento, fazer por fazer está errado. A gente tem que estudar constantemente”, disse Adolfino. “Esse espaço vai ser muito bom para conectar pessoas e gerar oportunidade”, completou Wesley.

Érica Sandbry estuda jornalismo e pretende investir em mídias digitais. “O evento de quarta foi diretamente no que eu quero fazer e hoje a Sexta da Oportunidade complementou o que eu precisava, quando o Sebrae me apresentou a ferramenta Radar”.

O próximo encontro está marcado para o dia 15 de setembro, a partir das 9h. Os interessados podem se inscrever por meio da Loja Virtual do Sebrae Bahia. Mais informações estão disponíveis no ponto de atendimento, localizado na Rua Barão do Rio Branco, 1.225, Centro, e pelo telefone (75) 3221-2153.

Marketing da empatia

Resultado de parceria do Sebrae com a TV Subaé, o seminário de Marketing e Comunicação contou com a apresentação do experiente palestrante Marcelo Ortega, que abordou estratégias de marketing e vendas para atrair clientes num cenário competitivo e a importância de ter sensibilidade para se relacionar com cada perfil. “Repense os modelos antigos de marketing, mude o modo de se comunicar, atreva-se a mudar, motive-se. A preocupação está em ter resultados e credibilidade”, afirma.

Dono de uma farmácia na cidade, Gesivaldo Junior viu no seminário uma oportunidade de adquirir mais conteúdos para aplicar no seu negócio. “Como ele falou, é interessante observar que para você vender o seu produto deve ter poder de persuasão, oferecer um bom atendimento para conquistar o seu cliente e ter empatia, não só preço”, considera.

Também presente no seminário, a empreendedora Gisele Leite, que tem vontade de retomar um negócio próprio de venda de cosméticos, ficou animada. “Aprendi de forma divertida. A palestra me trouxe mais conhecimentos e lembranças, para que eu não cometa os mesmos erros”, pontua.

Para Marcos Araújo, gerente da TV Subaé, a parceria que resultou no seminário foi um sucesso. “Que seja o primeiro de muitos”, concluiu.