Correr reduz o risco de doenças e morte precoce, aponta estudo

      



Segundo um estudo publicado pelo Journal of the American College of Cardiology, correr entre 5 e 10 minutos por dia pode reduzir significativamente o risco de doenças cardíacas e morte precoce. As pessoas que correm para se exercitar apresentam um risco 30% menor de morrer e 45% menor de morrer por doença cardiovascular do que as que nunca correm. Além disso, os corredores têm uma expectativa de vida três anos maior que a média dos sedentários. Os benefícios de correr seriam os mesmos tanto para quem corre muito quanto para quem corre pouco, seja rápida ou lentamente, acrescentou o estudo. "Hoje em dia o tempo é um dos maiores obstáculos para as pessoas se exercitarem, então esse estudo pode motivar mais gente começar a se mexer, já que se trata de 5 a 10 minutos apenas!", explica o Coordenador Técnico e Educador Físico Igor Castro, da Rede Alpha Fitness. Algumas pessoas começam a correr e logo desistem, por achar que o exercício não está dando resultados. Porém, a atividade física traz muitos ganhos que não se consegue ver no espelho ou perceber na balança. A médio e longo prazo, correr também ajuda na redução da pressão arterial, do estresse; e melhora o desempenho em tarefas diárias de grande tensão.