Vitória ganha do Coritiba e sai da zona de rebaixamento

      



O time do Vitória teve dois heróis na noite de segunda-feira (28), no Estádio Couto Pereira. O goleiro Fernando Miguel e o zagueiro Kanu podem ser definidos como os destaques do triunfo rubro-negro por 1 a 0, sobre o Coritiba. Mas, na verdade, todos os 14 que entraram em campo foram novamente guerreiros, determinados, aplicados taticamente e conquistaram três pontos que tiraram o Leão do Z-4 do Brasileiro da Série A.

Sabe por que heróis? Vamos lá: Fernando Miguel defendeu o pênalti batido por Rafael Longuine no final do primeiro tempo, e que poderia ter mudado a história do jogo, e o zagueiro-artilheiro Kanu, pelo oportunismo ao pegar um rebote do goleiro e marcar seu quarto gol no Brasileiro, aos 22 minutos do segundo tempo, garantindo o segundo triunfo do Vitória em jogos no Couto Pereira, e o terceiro em quatro partidas fora de casa – empatou com o Cruzeiro e venceu antes Flamengo e Corinthians – na Era Vagner Mancini.

Com os três pontos, o Vitória alcançou 35 e atingiu a 16ª colocação, superando Chapecoense e Avaí, ambos também com 25 pontos, e superados no saldo de gol: o rubro-negro tem menos 8, Chapecoense e Avaí, 9 e 13, respectivamente.

A proposta do Vitória foi a mesma dos jogos anteriores como visitante depois que Mancini assumiu o time. Marcação forte atrás da linha da bola, e saída em velocidade nos contra-ataques. Se no primeiro tempo, não conseguiu encaixar bons contragolpes, na etapa final, o rubro-negro foi mais efetivo e incomodou bastante.

No primeiro tempo, a chance real caiu nos pés de David, que diante de Wilson, tentou encobrir o goleiro que fez uma defesa dificílima. O Coritiba teve um pênalti a seu favor, e Fernando Miguel, como um gato, pulou no canto direito, defendendo a cobrança de Rafael Longuine.

Efetivo na etapa complementar, o rubro-negro voltou a ser “cirúrgico” e matou o jogo aos 29 minutos. Patric ficou com a sobra de uma bola afastada de cabeça e ajeitou para o chute rasteiro de Ramon. Wilson espalmou e Kanu pegou o rebote livre na área para empurrar para o gol.

Vantagem garantida, o time manteve a marcação forte, a tranquilidade e não abdicou de avançar nos contra-ataques, criando dificuldades para o Coritiba e saindo de campo com a vitória. Em 12 pontos fora de casa, o Leão ganhou 10, e segue sem sofrer gol como visitante.

FICHA TÉCNICA

Coritiba 0 x 1 Vitória (Série A / 22ª rodada)
Local: Couto Pereira, em Curitiba (PR)
Data: 29/08/2017
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza, auxiliado por Daniel Paulo Ziolli e Daniel Luís Marques (trio paulista)
Gol: Kanu, aos 22 minutos do 2º tempo
Cartões amarelos: Alecsandro, William Matheus, Ramon e Juninho
Expulsões: Márcio, Anderson e Yago
Público: 10 mil e 36 pagantes
Renda: R$48.725,00
Coritiba: Wilson; Léo (Dodô), Márcio, Walisson Maia e William Matheus; João Paulo (Henrique Almeida), Alan Santos e Rafael Longuine; Iago (Anderson), Alecsandro e Rildo; Técnico: Marcelo Oliveira.

Vitória: Fernando Miguel; Caíque Sá, Kanu, Wallace e Juninho (Danilinho); Ramon, Uillian Correia e Yago; Neilton (Fillipe Soutto), Santiago Tréllez e David (Patric). Técnico: Vagner Mancini.