DEM e Temer tentam impedir desenvolvimento da Bahia, avalia Galo

      



Durante a assinatura pelo governador Rui Costa do contrato que autoriza a duplicação da BR 415, a conhecida rodovia Jorge Amado, que liga os municípios de Ilhéus e Itabuna, o deputado estadual Marcelino Galo (PT) criticou a manobra federal que bloqueia a liberação do empréstimo de R$ 600 milhões à Bahia e afirmou que o DEM e o governo Michel Temer (PMDB) não vão conseguir impedir o desenvolvimento do estado.

“A Bahia não se rende a perseguição do DEM e do governo golpista liderado por Michel Temer (PMDB). Eles, que usurparam o poder central no Brasil, golpeiam a classe trabalhadora com a retirada de direitos, com as reformas da previdência e trabalhista, prejudicam o povo brasileiro com o congelamento dos gastos públicos, não vão parar a Bahia com suas manobras covardes e perseguições da velha política”, pontuou Galo, lembrando que os recursos bloqueados são destinados à educação, saúde e obras de infraestrutura. “O governador Rui Costa prova, nesta solenidade, que baianos e baianas não se curvam, nem se curvarão aos golpistas. A duplicação da BR 415, mesmo que com recursos próprios do nosso estado, sairá. E isso deixa os abutres, golpistas de primeira hora, desesperados”, afirmou o petista, ressaltando que o governador Rui Costa “trabalha muito para garantir o desenvolvimento inclusivo da Bahia”.

Importante rodovia para o turismo e economia do sul do estado, a BR 415 recebe, diariamente, a circulação de 10.270 veículos. Segundo o governo do estado, a duplicação da estrada beneficiará 511 mil habitantes, incluindo a população dos municípios de Una, Canavieiras, Buerarema, Itacaré e Uruçuca.