Presença de delegação de Ilhéus no Salon du Chocolat

      



No principal salão do Paris Expo Porte de Versailles, ao lado de produtores de cacau gourmet de Ilhéus que expõem o nosso chocolate no maior evento do gênero no mundo, o Salon du Chocolat, em Paris, o prefeito Mário Alexandre disse estar convicto de que a sua decisão de participar do evento, a convite dos produtores e do governo da Bahia, estabelece o novo momento da administração municipal de construir fortes parcerias, com visão de futuro para a economia local e um caminho consolidado na valorização do empreendedorismo através o principal produto agrícola da economia regional.

 

“Seria uma falha imperdoável do governo municipal não acompanhar o esforço dos nossos produtores, partilhar do pensamento deles de tornar Ilhéus um polo chocolateiro de consumo e de produção de chocolate gourmet”, disse o prefeito. “Por isso é preciso demonstrar que o esforço é coletivo. Iniciativas pública e privada juntas. Não cabe mais a ideia de deixar o pessoal se virar e a gente ficar alheio à iniciativa”, afirmou. Para Mário Alexandre, o sucesso o trabalho não se conquista de longe. É preciso participar através da iniciativa pública solidária e parceira. Pelo menos 20 marcas de cacau de origem de Ilhéus e de municípios próximos estão sendo comercializadas em Paris.

 

O coordenador do estande da Bahia no Salon du Chocolat, o produtor de cacau e chocolate Marco Lessa, disse que os produtores buscam a utilização de mais tecnologia e divulgação. “A meta é tornar a Bahia referência internacional na produção de chocolates finos”. O prefeito também tem participado de rodadas de negócio ao lado de representantes do governo da Bahia e de Países interessados.

 

O prefeito destacou também que, para além de ser o maior evento da gastronomia chocolateira do mundo, o Salon du Chocolat de Paris serve como modelo de referência e organização para o Festival Internacional do Chocolate de Ilhéus. “Aqui em Paris estamos assistindo o reconhecimento ao nosso cacau cabruca. A consequência disso é a conquista de um preço melhor para o nosso produto e um acompanhamento bem de perto da representatividade pública e propostas coletivas de novas politicas visando à recuperação da economia da cidade e a consolidação de projetos importantes como destino turístico e fonte geradora de emprego e renda, agregando valor à produção de cacau”.

 

Com mais de 500 participantes de 60 países, incluindo 200 chefs e chefs de pastelaria, o Salon du Chocolat de Paris é o evento obrigatório do mundo para todos os amantes do chocolate. É também a maior oferta de chocolates dos cinco continentes, com a presença de países produtores de cacau, tudo em 20.000m2 de show room para jovens e idosos. Mário ainda destaca que diversas personalidades do mundo da gastronomia francesa participam, todos os anos, do evento em Ilhéus. “Estar aqui é promover intercâmbio, estabelecer diálogos, ter um olhar mais apurado para as tendências de mercado. É ser parceiro, é dividir responsabilidades e construir junto aos produtores um futuro promissor para a economia de Ilhéus”, afirmou.