Aleluia convoca bancada para defesa da mineração baiana

      



“A bancada baiana na Câmara precisa se mobilizar pela defesa do setor de minérios em nosso estado”, convoca o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA). De acordo com o parlamentar, a Bahia precisa estar unida para impedir que sejam aprovadas as medidas provisórias que elevam a carga tributária da produção mineral no País, principalmente os royalties (MP 789).

Segundo Aleluia, essas MPs, que vão à votação na próxima semana, favorecem apenas os estados de Minas Gerais e Pará, onde a produção de minérios já está consolidada.

“Se aprovadas, essas medidas provisórias podem inviabilizar importantes projetos em fase de implantação em nosso estado, como é o caso da Bamin, que perderá competitividade e terá dificuldades em atrair investidores para a conclusão da Fiol e a construção do Porto Sul”, explica o parlamentar.

Aleluia já alertou o presidente Rodrigo Maia sobre a necessidade de se pensar o pensar o país como um todo. “Não tem cabimento aprovar medidas que favoreçam apenas Minas Gerais e o Pará. A Bahia precisa se unir contra isso”, critica, observando que o aumento dos impostos pode comprometer os investimentos previstos para a Bamin, que são da ordem 2,5 bilhões de dólares.