DAVID RIOS DEFENDE CAMPANHA SOBRE REMÉDIOS QUE PODEM CAUSAR ANOREXIA

      



A fim de prevenir a anorexia - distúrbio alimentar que provoca uma perda de peso acima do que é considerado saudável para a idade e altura, e afeta a cerca de 150 mil brasileiros, por ano, principalmente as mulheres - o deputado estadual David Rios apresentou Projeto de Lei para a criação da Campanha Estadual de Conscientização ao Uso de Medicamentos “Anorexígenos”. Pelo projeto, a campanha será realizada sempre na primeira semana de abril.


“Atualmente, as drogas anorexígenas utilizadas no Brasil são a dietilpropiona (anfepramona), o fenproporex, fenfluramina, fenilpropanolamina e o manzidol. Dentre eles, o fempropo-rex é o anorexígeno mais utilizado no Brasil (60% das prescrições). Neste sentido, deve ser descrito que alguns desses medicamentes são capazes de atuar no sistema serotoninérgico, aumentando a liberação de dois importantes neurotransmissores a noradrenalina e a dopamina. A biodisponibilidade aumentada desses neurotransmissores reduz o sono e a fome e provoca um estado de agitação psicomotora”, explica David Rios, que também é médico.
Segundo o parlamentar, somente o processo educativo pode quebrar o ciclo da desinformação acerca dos riscos a que os cidadãos estão sujeitos ao ingerir medicamentos anorexígenos e também confiar o tratamento da anorexia aos profissionais especializados, como psicólogos e nutricionistas.
David Rios observa que pessoas com anorexia podem ter um medo intenso de ganhar peso, mesmo quando estão abaixo do peso normal, podendo, inclusive, abusar de dietas ou exercícios, ou usar outros métodos para emagrecer. A anorexia é uma doença com riscos clínicos, e devido à falta de nutrientes e calorias no organismo, a pessoa pode ficar desnutrida e desidratada de modo grave, levando à morte.