Câmara de Juazeiro tem sessão especial sob os arcos da Ponte

      



Em comemoração ao Dia Municipal da Capoeira, a Câmara de Vereadores de Juazeiro reuniu-se em sessão especial sob os arcos da Ponte Presidente Dutra. Estiveram presentes os Aníbal, Domingão da Aliança, Neguinha da Santa Casa, Gleidson Medrado, Bertinho da Carnaíba, Joseilson, Agnaldo Meira, Anastácio, Alex Tanuri e Florêncio Galdino.

O Presidente Alex Tanuri, que abriu a sessão, parabenizou os capoeiristas, lembrando que esta é uma “arte, mais que centenária” e merece todo o respeito. Quem saudou os capoeiristas em nome dos vereadores foi o vereador Florêncio Galdino, destacando a capoeira como “parte integrante da História do Brasil”. Também Bertinho da Carnaíba fez uma saudação aos capoeiristas: “Parabéns a todos que fazem esta arte maravilhosa! ”

O pronunciamento mais emocionado foi da professora, pesquisadora e capoeirista, Emily Arraia, com uma bonita homenagem aos capoeiristas da região: “Primeiramente falando da Tartaruga, parabeniza-la pelo esforço e trabalho; Jô, conheci no Rio de Janeiro a 20 anos atrás, conhecida no mundo inteiro, filha daqui da cidade. Os mestres, que eu tive o prazer e a honra de conhecer: Mestre Bartola, que não está mais entre a gente; Mestre Deca, que é um guerreiro, Mestre Marreta, um grande batalhador” – E fez uma comparação: “A capoeira, quando a gente está na roda, é muito parecida com a roda da vida... As pessoas, muitas delas estão ali para lhe passar a rasteira... Então na capoeira a gente aprende a lidar com as dificuldades da nossa vida também”.

Se pronunciaram o Deputado Roberto Carlos, exaltando a capoeira e o desenvolvimento do esporte; o Secretário de Cultura, Sérgio Fernandes e diversos outros oradores.

Para Agnaldo Meira, que presidiu a Mesa com a necessidade de Alex Tanuri se ausentar, “a capoeira é símbolo da resistência do povo brasileiro”, defendo a necessidade de se colocar em todas as escolas “um espaço para a capoeira”.

Foram homenageados com placas alusivas à data e a dedicação à capoeira Francisco de Assis de Souza; Eliezer dos Santos Serafim, falecido e Eliana Alves de Vasconcelos, a “Tartaruga” da capoeira de Juazeiro.