Casa de vereador é alvejada em Biritinga e Galo condena tentativa de “intimidação política”

      



A casa do vereador de Biritinga, Jorge do Portal (PT), foi alvejada por 10 tiros às 2h15 da madrugada desta quarta-feira (6) no município. Na hora do crime, o político estava dormindo com sua esposa, grávida de 8 meses, e seu filho de 10 anos. “Fomos surpreendidos por volta das 2h15 da manhã. Dá pra entender que foi uma tentativa de intimidação”, relatou Jorge, ligado à Igreja Católica e aos Movimentos Culturais da cidade, depois de ter registrado queixa na delegacia do município. “Não tenho nenhum inimigo, apenas adversários políticos, do embate que acontecem no dia-a-dia da Câmara. Mas nenhum político aqui nunca me ameaçou”, afirmou, acrescentando que a cidade “está estarrecida”, surpresa com o acontecimento.

Além da residência do parlamentar, atingida por 7 tiros, o carro do seu irmão, que estava estacionado no imóvel, também foi alvejado por 3 disparos. O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa, deputado Marcelino Galo (PT), condenou o que considerou uma “tentativa de intimidação e terrorismo político” e ressaltou que o crime não ficará impune. “Como presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública tomarei todas as medidas necessárias, junto à Secretaria de Segurança Pública do Estado e ao Comando das Polícias Civil e Militar, para que os criminosos sejam o mais breve possível identificados e punidos. Situações como a desta madrugada são inadmissíveis e, de pronto, não podem ser toleradas”, enfatizou. O caso é investigado pela Delegacia Territorial de Biritinga.