Justiça absolve a médica Kátia Vargas

      



Por 4 votos a 1, o júri popular considerou que a médica Kátia Vargas é inocente da acusação de ter provocado a morte dos irmãos Emanuel e Emanuelle, em um acidente de trânsito em 11 de outubro de 2013, no bairro de Ondina. A decisão foi proferida na noite de quarta-feira (6), após dois dias de julgamento. O advogado Daniel Keller, assistente de acusação, disse que vai recorrer da decisão que inocentou a médica Kátia Vargas. Segundo Keller, a votação foi apertada por quatro a três e, existe a possibilidade de além de recorrer ao TJ, ir a tribunais superiores como Superior Tribunal de Justiça (STJ) e Supremo Tribunal Federal (STF).

Ainda de acordo com o advogado, o prazo para recorrer é de cinco dias, mas antes disso o Ministério Público (MP) vai entrar com o recurso. (Da TB)