Estudantes e professores bloqueiam a Suburbana e causam congestionamento

      



A avenida Suburbana foi fechada parcialmente por estudantes e professores do Colégio Estadual Ailton Pinto, que realizaram um protesto na manhã desta terça-feira, 9, contra a transferência do ensino médio e técnico para outra unidade de ensino.

O ato ocorreu em um trecho do Lobato, nas imediações da Azevedo Madeireira. Segundo a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), o tráfego no local ainda continua congestionado, apesar de o protesto já ter chegado ao fim por volta das 9h.

Local violento

Uma professora do colégio, que não quis ser identificada, informou à equipe do Portal A TARDE que o motivo da manifestação seria a transferência dos alunos do ensino médio e técnico da instituição para o Colégio Estadual Raymundo Matta, também no Lobato.

Segundo ela, a unidade fica em um local conhecido como "Morro", que é considerado perigoso pelos alunos, já que a região tem "rixa" com outras localidades do bairro. "Os meninos não aceitam a mudança, porque o colégio fica perto de bocas de fumo e existem gangues. Quem mora na Prainha, por exemplo, não pode ir para lá porque pode morrer", explicou.

A reportagem tenta contato com a Secretaria de Educação do Estado da Bahia, mas não obteve sucesso até a publicação desta matéria. (Do A Tarde)