Lavagem de Itapuã revive antiga tradição

      



Uma tradição que oriunda dos primórdios do século XX e que, mesmo com as dificuldades, se mantém firme até os dias atuais. Nesta quinta-feira acontece, pelas ruas do bairro, a Lavagem de Itapuã, com diversas atrações culturais, além da mistura de credos característica das festas de largo de Salvador, com a presença das baianas e, claro, a lavagem das escadarias da Igreja Nossa Senhora da Conceição de Itapuã, um dos pontos altos do evento. A expectativa da organização é a de que cerca de 30 mil pessoas participem da festa ao longo de todo o dia.

A programação começa às 2h, com o Bando Anunciador, grupo formado por percussionistas e pessoas da comunidade, que percorrem as ruas do bairro para anunciar a festa. A partir das 6h, a Paróquia Nossa Senhora da Conceição de Itapuã, situada na Praça Dorival Caymmi, abre as portas para celebração de uma missa com o padre Ailan Simões Costa. Por volta desse horário, baianas vestidas a caráter levarão potes de cerâmica com flores e água de cheiro para lavar a escadaria do templo.

Às 11h, as baianas, os Filhos de Gandhy e o grupo Carro de Palha farão um cortejo. A partir de 12h, o público poderá participar assistir mais 17 desfiles de blocos de chão, que sairão a cada 15 minutos entre a Praia de Placadord até a Rua Aristides Milton, no início da ladeira do Abaeté. A última atração está prevista para às 16h. Assim como em todos os anos, personalidades serão homenageadas. Em 2018, será a vez do humorista Juca Chaves e Damiana do Pandeiro, uma das moradoras mais ilustres do bairro.

“Apesar da falta de recursos, a Lavagem de Itapuã é uma das poucas festas que resistem na cidade, junto com o Bonfim e Iemanjá. Ela tem um potencial significativo com relação às manifestações do bairro e tem uma forte característica por conta dessa identidade que é criada. A cada ano sempre aparecem grupos culturais que ajudam a dar essa riqueza multicultural”, disse Ives Quaglia, um dos organizadores do evento.

Serviços

Um esquema especial foi montado para atender a população que participará da Lavagem de Itapuã hoje. O festejo, que acontece há 113 anos, contará com uma série de serviços essenciais oferecidos pela Prefeitura nas áreas de segurança, transporte, limpeza, ordenamento de trânsito e do comércio ambulante, acolhimento e saúde. A reportagem da Tribuna da Bahia destaca algumas delas.

Na parte de limpeza, a Limpurb disponibilizará 96 sanitários químicos e 180 colaboradores. Serão utilizados 22 equipamentos, entre compactadores, caçambas e caminhões-pipa. A empresa inicia os trabalhos antes da festa começar. Logo após o fim, as equipes iniciam a limpeza para que às 5h as vias já estejam completamente livres.

Ja Guarda Civil Municipal (GCM) atuará como suporte às ações da Semop e da Transalvador. Além disso, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) manterá serviços por meio da Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) Hélio Machado, localizada nas imediações da festa.

No transporte, em função da realização da Lavagem, a Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) disponibilizará nove ônibus extras da frota reguladora para facilitar a volta para casa. Os ônibus estarão disponíveis das 15h às 22h30 na Estação Mussurunga e terão itinerários distribuídos pelas três áreas da cidade (Orla, Centro e Subúrbio), de acordo com a demanda. Além disso, as 25 linhas urbanas que circulam na região estarão operando normalmente.

Os veículos que circulariam pelo trecho interditado terão como opções de tráfego, no sentido Centro, seguir pelo Viaduto Mário Andreaza, Av. Luiz Viana (Paralela), Av. Orlando Gomes, até alcançarem a Av. Octávio Mangabeira. Já quem busca chegar a Itapuã, deve seguir pela Av. Octávio Mangabeira, retornar em frente à guarita de acesso ao estacionamento Sol Park, prosseguindo pela Av. Octávio Mangabeira, Av. Orlando Gomes, Av. Luiz Viana (Av. Paralela), e Av. Dorival Caymmi.

Os que forem à Lavagem de Itapuã também devem ficar atentos às alterações no trânsito por conta da festa. Para viabilizar a realização do evento, a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador) irá bloquear vias, proibir estacionamento de veículos, além de mudar o sentido do trânsito em determinados locais, já a partir da 0h.

A circulação de veículos será proibida, das 7h às 19h, na Av. Octávio Mangabeira, a partir da Rua Yemanjá, na Praça da Sereia, na Av. Dorival Caymmi, entre a Praça da Sereia e a Rua Clementino Heitor de Carvalho, e na Rua Aristides Milton, entre a Praça da Sereia e o acesso à Ladeira do Abaeté.

PM terá efetivo de 545 agentes

Para garantir a segurança dos que forem aproveitar o evento, a Polícia Militar informou que vai contar com um efetivo de 545 agentes, 19 Postos Elevados de Observação e cinco de comando, além do reforço nas principais vias de acesso. O efetivo atuará com o apoio de tropas especializadas (Operação Gêmeos e Apolo, Esquadrões Águia e de Polícia Montada, Batalhão de Choque e Rondesp Atlântico).

A 12ª Delegacia Territorial terá sua equipe reforçada e uma Delegacia Especial de Área será montada nas proximidades da Sereia de Itapuã. No total serão 22 homens, entre delegados, escrivães e investigadores. Também haverá equipes de policiais infiltrados misturados à multidão, para coibir ações criminosas.

Com quatro postos, o Corpo de Bombeiros vai disponibilizar 118 homens na área da lavagem, sendo 48 guarda-vidas. Serão utilizadas embarcações para maior segurança dos banhistas e o Núcleo de Mergulho estará de prontidão. A corporação vai prestar socorro em casos de quedas, torções, desmaios, mal estar e vítimas de agressões físicas. (Da Tribuna da Bahia)