Leão volta a vencer na Toca

      



Por Zedejesusbarreto
Foto: Romildo de Jesus
Ufa! Acabou a zica. Desde o começo de novembro, ano passado, o Vitória não vencia dentro do Barradão. Na bela noite do dia 1º de fevereiro voltou a ganhar dentro de casa; jogando bem e goleando ( 4 x 1 ) o Ferroviário (CE) pela Copa do Nordeste/2018. Venceu e convenceu.
*
Um belo plenilúnio ! No Barradão apenas um molhinho de gente nas arquibancadas, pouco mais de 3.800 pessoas, só. A boa partida merecia mais.
*
Bola rolando
Mal a árbitra soprou o apito dando início ao espetáculo, o Vitória foi pra cima, com apetite, buscando o gol. Com dois minutos, já tinha criado boas chances de gol, inclusive num chutaço de Uilian Correia espalmado pelo goleiro Colasso. Sufoco total do Leão, querendo decidir logo.
- Gol ! 1 x 0 Vitória, Kanu, de cabeça, completando com força uma cobrança de escanteio pelo alto, nas imediações da marca do pênalti, por volta dos 7 minutos.
Domínio do time da casa, partida de uma equipe só, jogada no campo do Ferrim. Correria rubro-negra, boa pegada, muita bola na área adversária, escanteios... mas cadê as finalizações certeiras?
Os cearenses só atrás, marcando, suportando; só foram conseguir articular um bom contragolpe por volta dos 40 minutos, mas Valdo perdeu a chance do empate.
O torcedor até gostou da dinâmica e da vontade do Leão na primeira etapa, mas cobrou, queria um placar mais amplo, confortável.
*
Nos vestiários, Mancini substituiu o lateral Lucas (machucado) pelo rápido meia Rhayner; Yago foi fazer a lateral direita. E o Leão foi pro ataque, em velocidade. Aos 2 min, Denilson pegou um cruzamento de prima, de voleio, e por pouco não fez um golaço.
- Gol ! 2 x 0, Vitória; outro escanteio cobrado por Neilton, e novamente Kanu subiu mais que a defesa cearense e testou forte, sem chances de defesa, ampliando, antes dos 10’.
Cinco minutos depois, após boa trama coletiva, Rhayner finalizou de meia bicicleta para defesa salvadora de Colasso. Belo lance. O Leão em cima, sem dar refresco, querendo mais.
O Ferrim, levando dois, decidiu sair um pouco, assustando nuns dois contragolpes.
- Gol ! 24 minutos, Andrei diminuiu 2x 1. Ganhou na velocidade da zaga baiana e finalizou bem na saída de Fernando Miguel.
- Gol ! 3 x 1, aos 27min: Rhayner, completando de primeira, com estilo, o lançamento da esquerda, pelo alto, de Juninho. A partida não caiu de ritmo, lá e cá, franca.
- Gol ! 4 x 1, Neilton ampliou aos 37’, batendo forte de dentro da grande área, acertando o ângulo de Colasso.
Valeu !
*
Kanu ( pelos dois gols), Juninho ( o dono do meio campo), Neilton, Lucas, Brayan, Yago, Rhayner ... foram os melhores.
**
O próximo compromisso do rubro-negro é ainda na Toca/Barradão, domingo, contra o Bahia de Feira, pelo Campeonato Baiano, defendendo a liderança.
*
Ficha técnica:
- Vitória (padrão vermelho e preto): Fernando Miguel, Lucas (Rhayner), Kanu, Bruno e Brayan; Uillian, Yago, Fillipe Soutto e Juninho (Flávio); Neilton e Denilson (André Lima). Treinador, Mancini.
- Ferroviário, o ‘Ferrim’ do Ceará (todo de branco): Colasso, Batata (Everaldo), Erandir, Túlio e Sávio; Glauber (Andrei), Diego Silva, Lineker e Geneldo; Luiz Soares e Valdo.
No apito, a pernambucana Débora Cecília, com bom trabalho.

**
Bom triunfo do Fluminense de Feira ( 2 x 0) sobre o Santa Cruz (PE), no Joia da Princesa, valendo pela Copa do Brasil. O Flu segue na competição e o ‘santinha’ se foi, de cara, logo na estreia.

**