Duda Sanches propõe instalação de pisos táteis em faculdades

      



Preocupado com a acessibilidade de pessoas com deficiência visual nas instituições particulares de ensino superior de Salvador, o vereador Duda Sanches (DEM) propõe, por meio do Projeto de Lei nº 600/17, que faculdades instalem pisos táteis nas suas dependências.

Segundo o vereador, a escolha do lugar de instalação dos pisos táteis deve estar de acordo com “a trajetória realizada pelos alunos desde o ingresso na portaria das instituições de ensino superior até os ambientes fundamentais da faculdade”.

De acordo com a matéria, a instalação obrigatória será nos seguintes espaços: portaria, cantina e refeitório, sanitário, salas de aula, secretaria geral, coordenação de curso, biblioteca e sala de estudo, auditório, núcleos de pesquisa acadêmica e extensão e área limítrofe ao estacionamento.

De acordo com Duda Sanches, “é inegável o fato de que pessoas com deficiência de qualquer natureza enfrentam desafios diários de superação e resiliência”. Com a iniciativa, “vamos atingir mais um patamar em direção a uma cidade acessível a todos”. O vereador acredita que o seu projeto de lei “viabiliza a acessibilidade de deficientes visuais ao ambiente acadêmico de uma maneira muito mais igualitária aos demais”.

A falta de cumprimento desta exigência acarretará às instituições de ensino superior “advertência, multa e cassação do alvará de funcionamento”. A matéria tramita na Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final da Câmara.