4* CASO DO FREUD DE CÂNDIDO SALES; RETARDO MENTAL?

      



Por Henrique Ribeiro
A popularidade do Freud de Cândido Sales, apesar do método 10ortodoxo,

cresceu tanto que uma mãe desesperada lhe procura, por que acaba de
chegar de Vitória da Conquista com o filho que teve o diagnóstico de
Retardo Mental e ela jamais concordaria com tal absurdo. O Freud
recebeu a mãe e o filho com um aperto de mão em cada e desta vez
dispensou o cascudo ritual que é sua marca registrada. Colocou o
garoto sentado de frente para ele e de costa para a mãe, no tapete
persa, na tentativa de evitar a interferência da mãe nas respostas do
filho de apenas 10 anos de idade… e logo perguntou:
- Qual é o problema?
- O senhor acha que meu menino é Retardado Mental, doutor?
- Não parece, mas vou examiná-lo e logo lhe direi, minha senhora…
-Quer um chá de tapete de oxalá, para lhe aclamar?
A mãe aceitou para não ser deselegante.
O Analista perguntou ao garoto:
-O que é um ponto amarelo na floresta?
- É um yellow-fante
- Quantos micos leões dourados vale um peixe?
Sem vacilar o garoto respondeu sorrindo:
- Apenas cinco.
- O que é um político?
- É igual ao um bebê. - Não entendi, explique-se.
- Vive mamando o tempo inteiro e só
faz merda.
O analista sorriu satisfeito com a resposta.
- Você está perdido ao entrar numa floresta, caminha bastante, quando
é que você acha que vai sentir que você está saindo da floresta?
- Quando eu sentir que já passei do meio da floresta.
O analista fez o sinal de positivo com o polegar direito.
- O que é um cigarro?
- É um objeto cilíndrico com besta na ponta e uma brasa na outra.
O analista vibrou com a última resposta e deu um cascudo de leve e
carinhosamente no menino como aprovação, virou para a mãe e disse:
- Acredito que o profissional que examinou seu filho, errou no
diagnóstico, por um “R” a mais…esse guri não tem Retardo Mental ele é
sim um...Retado Mental.