Vereador manifesta solidariedade ao professor Carlos Zacarias e à UFBA

      



O vereador Hilton Coelho (PSOL) manifestou mais uma vez sua irrestrita solidariedade e apoio ao professor Carlos Zacarias, do Departamento de História da Universidade Federal da Bahia (UFBA), que foi intimado por um oficial de Justiça a prestar depoimento sobre a disciplina “Tópicos Especiais em História: o golpe de 2016 e o futuro da democracia no Brasil”, que será oferecida pela UFBA. “Tudo começou com a ação nefasta do obscuro e obscurantista vereador Alexandre Aleluia (DEM), que entrou com uma ação na Justiça para censurar a universidade. A intimação de Carlos Zacarias e a citação do reitor João Carlos Salles representam ataques à liberdade de cátedra e ferem a autonomia universitária. Vivemos em um Estado Policial?”, questiona.

 

O legislador destaca que “há muita coisa em jogo nesse caso de Zacarias. Precisamos defender a universidade como centro de debate, de crítica, de democracia. A universidade é formada por pesquisadores, por cientistas, por intelectuais, por gente que fez concurso público, e precisa ter aquilo que está disposto no artigo 207 da Constituição, que diz que ela goza autonomia didático-científica e pedagógica para desenvolver as suas funções. Defender a autonomia universitária é defender a democracia plena e sem adjetivação no Brasil”.

 

 

“Reafirmo nossa total solidariedade e apoio ao professor Carlos Zacarias, ao reitor João Carlos Salles e demais docentes em todo o Brasil que estão na defesa da democracia contra os que praticam ataques à universidade como o sinistro ministro da Educação Mendonça Filho e o vereador Aleluia aqui em Salvador. Ações autoritárias mostram a necessidade de se debater na universidade e na sociedade o significado do golpe de 2016 e o futuro da democracia no país. O conhecimento evolui com debates e o direito ao contraditório. Vamos em frente na resistência na defesa da democracia”, conclui Hilton Coelho.