Cremeb comemora 60 anos com redução em mais de 50 % do número de reclamações contra médicos

      



Um aumento de médicos ativos e uma redução de 54% do número de reclamações registradas nos últimos cinco anos. Com esse dados levantados pelo Tribunal de Ética Médica (TEM), o Conselho Regional de Medicina do Estado da Bahia (Cremeb), comemorou 60 anos de fundação em sessão especial realizada na tarde de quinta-feira (8), no plenário da Assembleia Legislativa da Bahia. Tratou-se de uma iniciativa do deputado estadual, Alan Sanches (DEM), que é médico por formação.

Conforme destacou a presidente do Cremeb, conselheira Teresa Maltez, enquanto em 2013 foram registradas 1.088 denúncias, no ano passado foram protocoladas 499 queixas, representando uma redução de 54% no período. “Mesmo inscrevendo cerca de mil novos médicos por ano, em meio a todo um trabalho educativo que vem sendo feito pelo Conselho, ampliação dos canais de comunicação, etc, as reclamações, felizmente, estão na contramão em relação ao crescimento do número de profissionais ativos”, comemorou, exemplificando que em 2013 foram 1.008 denúncias, em 2014 : 783, 2015: 608, 2016: 533 e em 2017: 499.

“E nossa meta é reduzir muito mais esse número, afinal o Cremeb é o órgão supervisor da ética profissional no estado, cabendo-lhe zelar e trabalhar pelo perfeito desempenho ético e moral da Medicina, frisou Maltez, ressaltando que: “nos sentimos lisonjeados com a homenagem, que fortalece cada vez mais nosso papel e aproveito para parabenizar todas as mulheres”.

“Enquanto médico sei que em algumas vezes nem tudo funciona como deveria por inúmeros fatores, e foi em reconhecimento a todo esse trabalho, que com muita honra protocolei requerimento para realização desta sessão especial nos atos desta Casa, aprovado por todos os meus pares, para comemorar os 60 anos de tão importante entidade. Entidade esta, que presta papel tão relevante não apenas para a categoria, mas para toda sociedade baiana com extrema dedicação no enfrentamento às complexas questões relacionadas às atuações médicas”, destacou Alan Sanches.

Formado por 42 conselheiros, eleitos pelos médicos inscritos na Bahia para um mandato de cinco anos, sendo oito deles dirigentes, o Cremeb mantém hoje, em plena atividade, 34 Câmaras Técnicas de diversas especialidades e nove Comissões de Trabalho e Representações. Além disso, a autarquia federal conta com 18 delegacias regionais espalhadas por todo o estado.

Compuseram a mesa ainda, o presidente da Associação Baiana de Medicina Robson Moura, o corregedor do Crebeb, José Aberlardo Garcia de Menezes e o secretário de Saúde do estado, Fábio Vilas-Boas.