Intolerância religiosa é tema em debate no Fórum Social Mundial

      



O fim da violência de motivação religiosa e a promoção da convivência pacífica das diversas religiões terão espaço de discussão ampliado durante o Fórum Social Mundial (FSM), que acontece em Salvador entre os dias 13 e 17 de março. Essa é a proposta da mesa-redonda inter-religiosa Cooperação Espiritual Global, organizada pela Iniciativa das Religiões Unidas Global – URI (Iniciativa das Religiões Unidas), braço religioso da ONU e maior movimento inter-religioso do mundo. O evento acontece em parceria com a Casa das Religiões Unidas – CRU, ong brasileira que reúne tradições religiosas, espirituais e indígenas, e com a União de Sociedades Espiritualistas, Filosóficas, Científicas e Religiosas – Unisoes, mais antigo círculo de cooperação inter-religiosa do Brasil.

A Conselheira Global da URI, Salette Aquino (SP), vai abrir o debate falando sobre A União das Religiões e Combate à Intolerância Religiosa. Estão previstas as participações de Ana Santos (BA), representante da CRU; Ernesto Cardoso (BA), representando a Unisoes, e Naoufal ElHommoumi, da URI Marrocos. “Queremos fortalecer a liberdade de crença e estimular a cooperação entre a diversidade das tradições, através de seus pontos comuns”, diz Ana sobre a contribuição da mesa ao FSM.

Sobre as instituições realizadoras: A Iniciativa das Religiões Unidas – URI é uma organização fundada em valores humanos universais e dedicada a promover o diálogo e a ação inter-religiosa. A URI está presente em 104 países, 908 Círculos de Cooperação, desenvolvendo ações comunitárias com a participação de mais de 100 tradições espirituais. A agenda da URI compreende direitos humanos, ecologia, economia justa, Cultura da Paz e a prática do diálogo inter-religioso.

A Casa das Religiões Unidas - CRU foi fundada em 2010, durante um evento público no Dique do Tororó, na capital baiana, sendo lançada depois no Parque do Ibirapuera (SP). Sua missão é difundir a renovação de velhos conceitos, pois entende o planeta como a nossa casa comum, e a Cultura de Paz, como um caminho de desenvolvimento da humanidade. Em sua trajetória, a CRU vem defendendo o aprimoramento das relações com a natureza.

A Unisoes nasceu em Salvador em 1989, onde mantém sua sede, reunindo hoje cerca de 20 instituições religiosas e espiritualistas. O trabalho em parceria busca promover o conceito de “unidade na diversidade”, partindo da compreensão de diversidade religiosa como “os diferentes caminhos para o progresso espiritual”.

 

SERVIÇO

Mesa-redonda inter-religiosa Cooperação Espiritual Global

Quando: 15/03 – 5ª. feira – 14 horas

Onde: UFBA – Campus Ondina – Geociências – Sala 111 A