Ação do deputado Zó quer transformar Pilão Arcado Velho em sítio histórico

      



Em uma visita esta semana a Pilão Velho, antiga Pilão Arcado, o deputado estadual Zó (PCdoB), ao lado de membros do corpo técnico e professores da Universidade do Vale do São Francisco (Univasf), vereadores, representantes da sociedade civil e líderes comunitários constataram a riqueza material e histórica do lugar.

A intenção é transformar a antiga cidade de Pilão Velho em um sítio histórico. O local ficou ilhado em 1978, quando se deu início ao processo de construção da barragem de Sobradinho. Apesar de já ter passado muitos anos, ainda é possível encontrar ruínas da cidade.

De acordo com Zó o projeto busca a valorização da cultura, pois resgata a história do lugar. “A criação do Sítio Arqueológico de Pilão Velho possui um valor cultural e histórico. Tem um potencial turístico muito grande e isso gera emprego e renda para a comunidade. Também é um meio de chamar atenção à valorização e preservação do São Francisco”, avaliou.

Para o professor da Univasf e doutorando em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal da Bahia, Sérgio Motta, o primeiro passo é tentar o tombamento e depois fomentar outras ações. “Temos que escutar a comunidade e saber o que a população espera do lugar. Também precisamos ficar atentos a problemas ambientais e econômicos”, ressaltou. Motta disse ter ficando surpreso com a riqueza histórica da região.

Com o apoio do governo municipal, uma comissão de trabalho será montada nos próximos dias e depois disso começam as inserções em campo à procura de documentos, fotos e relatos dos moradores.

“Sonho com esse projeto a muito tempo pois, através dele, podemos resgatar a identidade de muitas pessoas que por aqui passaram. Coloco o mandato à disposição, tanto da equipe de profissionais da Univasf, quanto dos moradores e tenho certeza que será uma ação que teremos orgulho”, afirmou o deputado.