Após ação de Alexandre Aleluia, MP vai investigar uso indevido do Parque de Exposições pelo MST

      



O Ministério Público Estadual acatou a representação do vereador Alexandre Aleluia (DEM) e abriu inquérito nesta quinta-feira (15) para investigar o uso indevido do Parque de Exposições pelo Movimento dos Sem Terra (MST).

O MP quer saber os motivos pelos quais o Governo do Estado cedeu o equipamento público para a realização do 29º Encontro Estadual do MST na Bahia, em janeiro de 2017. De acordo com o órgão, será apurado a legalidade do ato administrativo que autorizou a medida.

"O PT vinha rotineiramente se apropriando do que é público, do estado, para uso indevido de sua máquina política e de suas linhas auxiliares. Não mais. Seja na rua, seja no campo, seja nos equipamentos públicos do estado, nós vamos a partir de agora ficar em cima. Acionar a Justiça e o Ministério Público e ensinar que a Bahia não é propriedade de partido algum", ressaltou Alexandre Aleluia.