Illy lança clipe de Voo Longe com show no Commons Studio Bar

      



Apontada como uma das promessas da Música Popular Brasileira contemporânea, a cantora Illy lança na próxima quinta-feira (10/05) o clipe da canção “Voo longe” (composição de Quito Ribeiro), com show no Commons Studio Bar. No repertório da cantora baiana radicada no Rio de Janeiro estão releituras - que vão de Ângela Maria e Fagner a Edson Gomes e Emicida – e músicas do seu elogiado recém lançado álbum “Voo longe”.

 

O disco tem produção de Alexandre Kassin e Moreno Veloso, composições da turma da extinta Confraria da Bazófia e de Arnaldo Antunes, Djavan, Chico César, Jonas Sá, Cézar Mendes, Pretinho da Serrinha, J,Velloso, José Carlos Capinan, Alexandre Leão, entre outros. A abertura da noite fica por conta de Arnaldo Almeida, ex-integrante da Confraria da Bazófia e que assina três faixas do disco da cantora: "Djanira", "Ela" e "Algo mais".

 

O clipe, com produção da Macaco Gordo e direção de Diego Lisboa, foi filmado no sertão da Bahia, mais precisamente nos municípios de Itatim e Rafael Jambeiro, e num casarão na Ponta do Humaitá. As cenas mostram muitas metáforas com Illy passando por um turbilhão de sentimentos a fim de se livrar do ex, interpretado pelo ator Marcus Villa Goés.

 

“O clipe é uma superprodução com um roteiro inteligente e delicioso. E tudo ganha uma proporção muito maior para mim por lançar ele com um show na minha terra. Tenho tido muitas boas notícias com meu ‘Voo longe’, mas nada me faz mais feliz do que me apresentar em Salvador”, diz a cantora que estará acompanhada pelo guitarrista Paulo Mutti e o baterista/percussionista Marcelo Costa.

 

Bate Papo e Pocket Show

 

Amanhã (09.05), às 19h30, Illy recebe a imprensa para o lançamento do clipe "Voo Longe", que vai acontecer na Macaco Gordo. O evento só para convidados, terá um pocket show exclusivo da cantora que escolheu a Bahia como cenário do clipe que leva o mesmo nome do disco. Com cenas em Itatim e Rafael Jambeiro, no interior da Bahia e em um casarão na Ponta do Humaitá, Voo Longe tem a assinatura de Diego Lisboa na direção

 

Sobre a cantora:

O som de Illy é essencialmente de MPB e flerta com os mais diversos segmentos que o gênero pode englobar, principalmente o pop, o reggae e o samba. Suas influências estão nas vozes de Rosa Passos, Mônica Salmaso, Elis Regina, Clara Nunes, Gal Costa e Maria Bethânia, no mar de Dorival Caymmi, no groove de Djavan e na malemolência dos Novos Baianos.

 

Radicada no Rio de Janeiro, Illy começou a vida profissional ainda adolescente puxando trio pelo interior da Bahia e cantando em trilhas de peças de teatro. Depois viajou pelo país liderando o grupo Samba Dibanda. Fez aulas na Oficina de Canto da UFBA e na Escola Baiana de Canto Popular. Seu primeiro projeto solo foi "Illy canta os cem anos de Caymmi".

 

No ano passado, ela emplacou música na trilha da novela “Sol Nascente”, figurou a lista do google Play com os vinte nomes mais promissores, abriu shows para Gal Costa e Djavan no Circo Voador e Fundição Progresso, respectivamente e cantou com nomes como Caetano Veloso, Fagner, Roberta Sá, Mart’nália entre outros na sua websérie “Illy e a MPB de todos os sons”.