Jacobina: Ronda Maria da Penha garante proteção às mulheres e punição aos agressores, afirma Galo

      



O presidente da Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia, deputado Marcelino Galo (PT), destacou, nesta sexta-feira (11), em Jacobina, durante a entrega de uma unidade da Ronda Maria da Penha, que está garantida proteção às mulheres do município que forem vítimas de violência. De acordo com o parlamentar, a Ronda funcionará com 11 policiais militares no município, capacitados para atuar no atendimento às vítimas, seguindo o padrão adotado em outras dez cidades contempladas com a instalação da Operação. 

"A atuação especial da Polícia Militar visa dar mais segurança às mulheres vítimas de violência, com visitas periódicas às residências ou em locais escolhidos por elas, no sentido de fazer com que o agressor saiba que ao se aproximar da mulher, poderá encontrar policiais", afirmou Galo, que esteve acompanhado do comandante da Polícia Militar da Bahia, coronel Anselmo Brandão, e da Major Denice Santiago, responsável pela RMP. "É importante que os covardes que agridem e ameaçam às mulheres saibam que serão punidos, e às mulheres protegidas", enfatizou o parlamentar, que elogiou a atuação da Major Denice Santiago à frente da Ronda Maria da Penha.

"Esta é mais uma prova de que não há dicotomia entre polícia e direitos humanos. De modo que o coronel Anselmo Brandão e a Major Denice, que tive a honra de homenagear com a entrega da Comenda 2 de Julho na Assembleia Legislativa, estão de parabéns por esse trabalho que tornou-se referência nacional e internacional no enfrentamento à violência de gênero e na promoção dos direitos da mulher", pontuou o parlamentar.