Salvador: 450 ônibus estão circulando para garantir demanda

      



Correio24horas
Em Salvador, 450 ônibus circulam neste domingo (27), de acordo com o secretário municipal de Urbanismo e Transporte Fábio Mota. A quantidade representa 30% da frota. O chefe da pasta disse que a circulação dos coletivos está sendo feita por demanda. "Tem muito pouca gente na rua, os pontos estão vazios, mas estamos monitorando", relatou.

De acordo com Fábio Mota, a secretaria está acompanhando a bilhetagem para verificar se haverá aumento ou redução da demanda ao longo dia, para que sejam oferecidos mais ônibus ou se será diminuída a oferta. "A gente está segurando para economizar o diesel que temos", justificou o secretário.

Ainda segundo o líder da pasta, os coletivos devem ser abastecidos. No entanto, para evitar confusão, a secretaria não vai anunciar quando isso vai acontecer. "Estamos planejando escolta para o abastecimento", completa.

O Governo do Estado já autorizou que a Polícia Militar faça comnboios para escoltar os caminhões de abastecimento, de acordo com a Agência nacional de Petróleo. A previsão é um comboio para o aeroporto e outro para as empresas de ônibus de Salvador. Um terceiro está sendo montado para atender aos veículos da polícia e da área da saúde.

A Agência trabalha em todo o País para garantir o abastecimento nacional. A Agência assegura que somente em casos excepcionais não sairão caminhões e também está articulando com órgãos de segurança pública para assegurar esse abastecimento.

No Rio de Janeiro, a ANP participa de operação para restabelecer o serviço de BRT. Agentes de fiscalização estão na base de distribuição em Duque de Caxias. Os caminhões serão escoltados pela Polícia Militar do RJ e a Agência tem atuado de forma coordenada com os órgãos públicos envolvidos para que o abastecimento seja regularizado.

Em Belém e em Manaus, ANP e PROCON estão nas ruas e postos estão sendo reabastecidos desde a madrugada.

Em Paulínia, a ANP verifica se os caminhões dentro das bases estão carregados e prontos para sair no comboio com proteção das forças de segurança.

A Agência também atua na fiscalização e apuração de denúncias de preços abusivos de combustíveis e gás de cozinha, em conjunto com Procon e Polícias.