Coronel critica Temer e diz que revogação da tabela do frete mínimo abre nova crise

      



O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, Angelo Coronel, criticou mais uma vez o presidente Michel Temer pela crise que o Brasil atravessa, com a disparada do dólar, aceleração da inflação e a paralisação econômica do país. “É um governo que perdeu o rumo. Ontem, ele anunciou uma tabela mínima para o frete e, menos de 24 horas, já recuou, pressionado pelos caminhoneiros autônomos, pelo agronegócio e pelo setor industrial. A disparada do dólar e a alta da inflação em maio são frutos desses erros”, disparou Coronel, ao participar, na manhã de hoje (08.05), ao lado do governador Rui Costa da inauguração da Policlínica Regional de Saúde, em Alagoinhas.

Para o chefe do Legislativo baiano, o problema está longe de ser resolvido. “O Temer quis agradar ao agronegócio e à indústria e reduziu em 20% o preço mínimo do frete que já tinha sido acertado com os caminhoneiros, que não gostaram – e com razão – da quebra de um acordo que pôs fim à paralisação nacional. Então, essa novela está longe de acabar. O país está desgovernado, não existe segurança jurídica nem econômica. O tabelamento do frete é um erro, porque atenta contra a lei da oferta e da procura, assim como a fiscalização de preços. São mais de 38 mil postos no Brasil. Quantos fiscais serão necessários para cobrir o país?”, critica Coronel.

Enquanto o governador Rui Costa descerrava a bandeira do Brasil, Angelo Coronel descerrou a da Bahia na inauguração da sexta Policlínica Regional de Saúde já implantada pelo Governo do Estado. As outras foram em Teixeira de Freitas, Guanambi, Irecê, Jequié e Feira de Santana. Com investimentos da ordem de R$ 24,27 milhões - entre obras civis, equipamentos, mobiliário e 10 micro-ônibus - a unidade, sediada em Alagoinhas, atenderá aos 18 municípios da região, incluindo a própria sede: Acajutiba, Aporá, Araçás, Aramari, Cardeal da Silva, Catu, Crisópolis, Entre Rios, Esplanada, Inhambupe, Itanagra, Itapicuru, Jandaíra, Ouriçangas, Pedrão, Rio Real e Sátiro Dias.

“É mais um passo para essa grande revolução que o governador Rui Costa e o secretário Fábio Vilas Boas estão fazendo no sistema de saúde público da Bahia, com a regionalização dos serviços. O médico passava uma bateria de exames, que a população mais pobre não tinha como fazer. A policlínica, uma parceria entre o Estado e os municípios, acaba com esse problema. São consultas em até 18 especialidades diferentes, com exames de ressonância, tomografia, ultrassonografia, ecocardiografia, eletro, endoscopia, colonoscopia etc. Pode ter equipamento igual nas clínicas privadas, melhor não tem”, elogia o presidente da ALBA.

Localizada na Rua Cel. Filadelfo Neves, ao lado do Fórum e da Câmara Municipal, a Policlínica Regional será custeada através da parceria entre os municípios, que assumem 60% dos custos mensais, enquanto o Estado arca com o pagamento de 40% das despesas. O Governo do Estado está prestes a inaugurar, ainda este mês, as policlínicas de Valença e Santo Antônio de Jesus, enquanto outras sete unidades já iniciaram as obras civis.

Durante o ato de inauguração, o governador anunciou também o início das obras de construção do sistema de abastecimento de água nas localidades de Uruba, Uruba I, Uruba II, Uruba III e Lagoas, e lançou a licitação para construção de pista de atletismo do 4º Batalhão da Polícia Militar. Foi ainda entregue a pavimentação asfáltica com drenagem nas ruas do bairro Jardim Petrolar, a manutenção civil do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães, 406 certificados do Cadastro Ambiental Rural e 14 viaturas para os municípios de Alagoinhas, Cipó, Catu e Entre Rios, dentro do programa de renovação 100% das frotas da PM e Polícia Civil.

Durante o ato, também foram beneficiados, com ambulâncias, equipamentos e kits de saúde, os municípios de Itapicuru, Jandaíra, Ouriçangas, Ribeira do Pombal, Cícero Dantas, Irará, Esplanada, Alagoinhas, Olindina, Rio Real, Itaberaba, Entre Rios, Nova Soure, Biritinga, Aporá, Cipó, Amélia Rodrigues, Paripiranga e Sátiro Dias.