Lúcio diz se "incomodar" com acusação contra mãe e defende Geddel

      



Metro1
O deputado federal Lúcio Vieira Lima (MDB) disse, na manhã de hoje (13), que se “incomoda” com as acusações contra a mãe, Marluce Vieira Lima. Eles e o ex-ministro Geddel Vieira Lima (MDB) viraram réus por decisão do Supremo Tribunal Federal no escândalo das malas.

“Quem conhece dona Marluce com toda certeza não acredita nisso. Uma senhora de 80 anos, que praticamente não se locomove, vai poder cometer qualquer coisa? Me perdoe. […] O que me incomoda mais é envolver minha mãe nisso. Vou para cima. Minha mãe é uma guerreira. A orientação que ela dá, como mãe, é: "siga em frente. Vocês sabem quem são, continuem me dando orgulho’. Quem quiser que acredite”, afirmou o emedebista, em entrevista à Rádio Metrópole.

Lúcio defendeu, ainda, o irmão, que está preso na Penitenciária da Papuda, em Brasília. “Em tese, ele é ficha limpa, porque não foi condenado. Temos que aguardar”, pontuou. "Geddel está explicando o que tem que explicar nos autos do processo. Isso faz parte de qualquer julgamento", considerou.