Dia de Proteção às Florestas Incentiva Combate ao Desmatamento

      



De acordo com um relatório da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) publicado este mês, aproximadamente 20% das emissões de gases do efeito estufa são causadas pelo desmatamento, fator que é a segunda maior causa das mudanças climáticas no mundo. A fim de ampliar a conscientização sobre a importância do assunto, em 17 de julho é comemorado, no Brasil, o Dia de Proteção às Florestas.
Ainda segundo o levantamento da FAO, entre 1990 e 2015, a área da Terra coberta por florestas caiu de 31,6% para 30,6%. Inseridas nessa realidade, empresas apostam em políticas de sustentabilidade e reflorestamento para diminuir os efeitos do desmatamento. A Natura é um exemplo internacional de negócios que ajuda a manter a floresta em pé. Por essa preocupação, a marca Ekos conquistou, este ano, o selo da União para o Biocomércio Ético (UEBT), que reforça três pilares: comércio justo, conservação da biodiversidade brasileira e promoção de desenvolvimento social com as comunidades.

A Natura conta com vários projetos que ajudam a preservar a biodiversidade. Desde o lançamento da linha Natura Ekos, há mais de 15 anos, a empresa adotou no processo de desenvolvimento de seus produtos o uso de ativos da biodiversidade brasileira, unindo ciência e conhecimento tradicional das comunidades agroextrativistas com um novo modelo de negócios sustentável.

Em 2011, foi estruturado o Programa Amazônia, que trabalha a partir de três pilares: ciência, tecnologia e inovação; desenvolvimento de cadeias sustentáveis; e fortalecimento institucional. Até hoje, o projeto já contribuiu para a conservação de mais de 257 mil hectares de floresta em pé na região, beneficiando 4.294 famílias pela compra de insumos. A meta para 2020 é que 30% do total de insumos consumidos pela Natura venham da região pan-amazônica.

“Com suas políticas de sustentabilidade e biodiversidade, a Natura reforça seu compromisso com a preservação da floresta em pé e faz oposição ao ciclo exploratório que tem colocado a Amazônia em risco”, comenta Luciana Villa Nova, gerente de sustentabilidade da Natura.

Além da obtenção do selo UEBT para o sistema de abastecimento de ingredientes naturais da linha Ekos, a Natura também obteve em 2018 a recertificação, pela UEBT, do sistema de verificação de suas cadeias de relacionamento direto, em um processo que envolve 70 ingredientes, como ucuuba, murumuru e andiroba, e 34 comunidades agroextrativistas fornecedoras.

 

Essa certificação é a maior garantia da UEBT de que os ingredientes são obtidos com respeito às pessoas e à biodiversidade, contribuindo para preservar a floresta.

Em comemoração ao Dia de Proteção à Floresta, o Rede Natura, e-commerce da marca, oferece descontos adicional de 10% nas compras feitas com o cupom FLORESTAVIVA.

Sobre a Natura

Fundada em 1969, a Natura é uma multinacional brasileira de higiene e cosmética. Líder no setor de venda direta no Brasil, com mais de 1,7 milhão de consultoras, faz parte da Natura &Co, resultado da combinação entre as marcas Natura, The Body Shop e Aesop – que registrou R$ 9,9 bilhões de receita líquida em 2017. Foi a primeira companhia de capital aberto a receber a certificação B Corp no mundo, em dezembro de 2014, o que reforça sua atuação transparente e sustentável nos aspectos social, ambiental e econômico. Com operações na Argentina, Chile, Colômbia, Estados Unidos, França, México e Peru, produtos da marca Natura podem ser adquiridos com as consultoras Natura, pelo Rede Natura, por meio do app Natura ou em lojas em São Paulo, Rio de Janeiro, Paris, Nova York, Santiago e Buenos Aires. Para mais informações sobre a empresa, visite www.natura.com.br e confira os seus perfis nas redes sociais: LinkedIn, Facebook, Instagram, Twitter e YouTube.