Prefeito Colbert Martins Filho faz visita técnica às obras do novo CMDI

      



Em estado avançado, as obras do novo Centro Municipal de Diagnóstico por Imagem (CMDI) Dr. Eugênio Laurine, no bairro Baraúnas, serão entregues à população dentro dos próximos oito meses. O equipamento envolve recursos da ordem de E$ 1.061.137,37. Concebido para funcionar como uma clínica multiuso, será administrado pela Fundação Hospitalar.


O novo CMDI será composto por três pavimentos, acessíveis através de um elevador, inteiramente climatizado para oferecer maior conforto aos usuários. Vai contar com quatro salas de ultrassom, uma sala de raios x, uma de mamografia, e uma de densitometria.


O equipamento também será dotado de dois consultórios médicos, uma sala de endoscopia, uma sala de recuperação pós-anestésico, uma sala de Eco cardiograma, uma sala de eletrocardiograma, espaço para guardar objetos, almoxarifado, dois sanitários no térreo, laboratório de processamento de filmes.


Especialidades


O projeto contempla, ainda, salas para especialidades médicas como neurologia, urologia e cardiologia, e será capacitado para ampliar o seu atendimento de 8 para 10 mil pessoas/mês.


Na manhã desta quarta-feira, 22, em visita técnica acompanhada pelo prefeito Colbert Martins Filho e o secretário de Desenvolvimento urbano, José Pinheiro, a presidente da Fundação Hospitalar, Gilberte Lucas, afirmou que este ano o antigo prédio do CMDI, na Avenida Maria Quitéria, já realizou 35 mil exames de diagnóstico.


Ela ponderou, entretanto, e que a Fundação vai ampliar o atendimento de 8 para 10 mil usuários, e que a instituição “está focada na aquisição de novos equipamentos que vão garantir mais dinamismo e qualidade nos exames que serão realizados para a comunidade, neste novo CMDI”.