Bahia venceu no Ceará a primeira fora de casa

      



Por Zedejesusbarreto
Foi na base do contragolpe, suportando algum sufoco, mas a estratégia deu certo: com um gol do becão Lucas Fonseca na primeira etapa e outro em carreirão do avante Gilberto já no finalzinho, o Bahia ganhou do Ceará (2 x 0), em Fortaleza; enfim um triunfo longe da Fonte Nova e muito a comemorar.

Até porque o Atlético do Paraná, em jogo também atrasado na tabela (como o do Bahia) ganhou do Vasco, 1 x 0, bom resultado também para o Tricolor, que chegou a 25 pontos ganhos e dorme esses dias no 11º lugar da tabela de classificação. Até domingo, pelo menos. O Ceará continua vice lanterna da competição.

 

*

No Presidente Vargas

Muitos claros nas arquibancadas, mas a torcida do Vovô era barulhenta. Clássico nordestino, cheio de histórias e rivalidade, sempre. O Tricolor em campo com um meio campo mais marcador - Gregore, Flávio e o rodado Nilton -, povoando mais o setor; mas a equipe da casa nem tomou conhecimento, tentou sufocar desde o começo.

Muita marcação pelo meio. O Bahia claramente optando pelos contragolpes, em arrancadas individuais de Zé Rafael e Marco Antonio. O primeiro chute a gol foi dos cearenses, aos 25 min, de fora, para intervenção de Douglas.

- Gol! 1 x 0, Lucas Fonseca, aos 28 minutos. Cobrança de escanteio da direita, Nilton raspou de cabeça e do outro lado, livre, Lucas Fonseca pegou de primeira, em cheio, de canhota, abrindo o placar.

Aos 30’, Ricardinho deu uma entrada perigosa e desleal em Ze Rafael, na canela, mas o árbitro nem falta marcou. O Vovô foi pra cima, lançando bolas na área adversária, apertando. Aos 41’, o lépido Quixadá fez fila da direita para o meio mas errou a finalização, por pouco. Aos 48’, Leo fez cruzamento pelo alto, da esquerda, mas a cabeçada de Gilberto passou longe.

O Ceará atacou mais, pressionou, mas o Bahia fez. Venceu a primeira etapa, fundamental.

*

O Vovô – já com o meia Pedro Ken em lugar do apoiador Fabinho - adiantou-se ainda mais, em busca de um melhor resultado, a torcida empurrando, exigindo. Pressão total no começo da segunda etapa. Aos 13’, Ênderson trocou M.Antonio por Elber, ambos jogadores de velocidade, de puxada de contragolpe.

Aos 21’, o Tricolor chegou bem ao ataque e quase ampliou, numa bomba de Ze Rafael, de frente, para salvadora defesa de Éwerson. Aos 30’, foi a vez de Douglas salvar o empate, espalmando um chute forte e alto da entrada da área. Saiu Zé Rafael, entrou Edigar Júnio, por volta dos 30 minutos.

- Gol ! 2 x 0, aos 41 minutos. Com o time do Ceará todo adiantado, Elber roubou uma bola e enfiou para a arrancada do centroavante, que não fazia uma boa partida, a partir do meio campo; a zaga não o alcançou e ele encheu o pé na saída do goleiro. Fechou o caixão com um contragolpe perfeito.

Para ganhar tempo, aos 44’, Ênderson tirou Gilberto e pôs Brumado. Aos 46’, Quixadá novamente fez fila e bateu forte para ótima defesa de Douglas, espalmando.

Ufa! Enfim o Bahia venceu uma fora de casa, a primeira na competição. Em boa hora.

*

Destaques

Douglas, voltou muito bem ao gol. Lucas Fonseca, que partidaça ! Gregore e Flavio, leões. Nilton melhorou na segunda etapa. Ze Rafael infernizou enquanto teve pernas. Élber criou o lance que matou o jogo e Gilberto fez o gol que detonou o Vovô.

Ênderson merece a citação pela arapuca que armou e deu certo.

*

Ficha técnica

Ceará – Éwerson, Samuel Xavier, Thiago Alves, Luis Otávio e J. Lucas; Fabinho (Pedro Ken), Richardson (Romário), Felipe Azevedo e Ricardinho; Ricardo Bueno (Arnaldo) e J.Quixadá. Treinador, Lisca.

Bahia – Douglas, Bruno, Éverson, Lucas Fonseca e Leo; Gregore,Flávio e Nilton; Marco Antonio, Gilberto e Ze Rafael. Treinador, Énderson Moreira.

No apito, Dyórgenes José Padovani (ES)

 

*

Próximos compromissos:

Pela 22ª rodada do Brasileirão, fim de semana:

Sábado à tarde, no Barradão – Vitória x América (MG)

Domingo, às 11 h, no Maracanã – Flamengo x Ceará.

Domingo, 16 h, em Coritiba, Atlético Paranaense x Bahia.

**