Fundador da rede de farmácias Pague Menos é preso no Ceará

      



O empresário Deusmar Queirós, fundador da rede de farmácias Pague Menos, foi preso sob acusação de crime contra o sistema financeiro nacional. Ele se apresentou à Polícia Federal, ontem, (9), cumprindo ordem da juíza da 12ª Vara da Justiça Federal do Ceará, Cíntia Brunetta.

Deusmar já tinha sido condenado em primeira instância em 2012 e em segunda instância em 2013 a uma pena 9 anos e dois meses de prisão e pagamento de multa de 2.500 salários mínimos. O início da execução da pena foi requerido pelo Ministério Público Federal e deferido pelo ministro Felix Fischer, do Superior Tribunal de Justiça.

Após se entregar na superintendência da Polícia Federal, o empresário foi encaminhado para unidade prisional Irmã Imelda, em Aquiraz, na região metropolitana de Fortaleza.

Deusmar foi denunciado pela Procuradoria da República no Ceará por crime contra o sistema financeiro por meio da Renda Corretora de Valores, empresa de sua propriedade. Segundo a Procuradoria, entre os anos de 2001 e 2006, a empresa atuou no mercado de valores mobiliários sem registro junto à CVM (Comissão de Valores Mobiliários).

A Pague Menos é uma das maiores redes de farmácias do país, com 1.110 lojas em 354 cidades e forte atuação na região Nordeste. A companhia tem cerca de 23 mil funcionários e teve um faturamento de R$ 6,3 bilhões em 2017.

Em nota, os escritórios Rocha, Marinho e Sales Advogados e Marcelo Leal Advogados Associados, responsáveis pela defesa do empresário, afirmam que a ação ainda está em curso e a condenação não é definitiva: "A defesa continua acreditando na Justiça e na sua absolvição".

A Pague Menos informou que o processo não tem relação com a rede de farmácias e que a decisão judicial em nada afeta as operações da empresa. Também disse que todas as informações sobre o processo foram prestadas de maneira transparente pela empresa.

A empresa também informou que Mário Henrique Alves de Queirós, filho de Deusmar Queirós, foi nomeado para o cargo de presidente do Conselho de Administração no lugar do pai.