PM não fará mais operações conjuntas com a Guarda Municipal de Salvador

      



Após os episódios de truculência relacionados à Guarda Municipal, a Polícia Militar não vai mais realizar operações conjuntas com a corporação ligada à Prefeitura.

A decisão do comando da PM foi confirmada ontem pela assessoria do governo do Estado, que não informou o motivo da determinação, nem de quem partiu a ordem.

No entanto, a informação dos bastidores é de que o afastamento foi causado pelas ações dos guardas municipais durante as abordagens, consideradas violentas e desproporcionais.

O caso mais recente foi registrado na última segunda (11), quando um motociclista foi agredido numa blitz, próximo ao Shopping da Bahia. Eles prestaram depoimento ontem, na 16ª delegacia, no bairro da Pituba.
*Do Metro1