BAHÊA DERROTA BOTAFOGO NO ENGENHÃO E SOBE NA TABELA

      



Por Zedejesusbarreto 
Não foi um grande jogo, tecnicamente, mas foi um ótimo resultado. Bem postado taticamente, o Bahia venceu o Botafogo, na casa do adversário – 1 x 0, gol de Edigar Junio no começo da segunda etapa – e agora respira melhor no Brasileirão.

  A equipe jogou de igual para igual na primeira etapa, criou duas boas chances de gol, e surpreendeu a equipe carioca na volta dos vestiários, atacando. Com o placar favorável, fechou-se bem e foi perigosa nos contragolpes, como manda a cartilha.

*

  Com o ótimo resultado, o Tricolor chega ao domingo em 10º lugar na tabela de classificação, agora com 37 pontos ganhos.  Claro, pode perder essa posição com a conclusão dos jogos da 30ª rodada, que fecha na segunda-feira à noite.  Mas são pontos fundamentais na luta para ficar distante da zona de perigo de degola e garantir uma vaga na Copa Sul-americana 2019.

*

Bola rolando

 As duas equipes entraram em campo bem próximas em pontos (34 e 35) na tabela de classificação e ambas com o propósito de ganhar distância da zona de perigo. O time da casa tomou a iniciativa, apertando no começo, usando das bolas alçadas na área adversária, sua melhor arma de ataque, e marcando forte no meio campo. Muita correria, passes errados e poucas tramas com bola no chão.

  Aos poucos, passado o sufoco inicial, o Tricolor equilibrou. Aos 16’, numa boa trama coletiva, Ramires rolou para a chegada de Paulinho, na área, batendo para Saulo espalmar.  

Tempo passando, ritmo intenso, lá e cá, mas uma partida pobre de técnica. Aos 29’, noutra boa trama tricolor, Leo cruzou forte e rasteiro da esquerda, na pequena área, Ramires se esticou mas a finalização foi fora. A equipe carioca espichando mais as bolas, usando a velocidade pelas laterais e os cruzamentos.  Jogo aberto. E o árbitro gaúcho Daronco, aquele bombadão, a marcar faltas e faltas seguidas no meio campo, travando o ritmo, quase sempre favorecendo os da casa.

  Vaias no intervalo para o zero a  zero. Foi uma primeira etapa sofrível, com muita transpiração e quase nada de inspiração em campo.

*

 Nos vestiários, a troca de atacantes no Bahia: saiu Gilberto, sentindo o joelho, e entrou Edigar Junio. O Bahia voltou atacando,  mais aceso, encurralando os cariocas.

- Gol !   1 x 0 Bahia, Edigar Junio. Ramires cobrou falta larga, da linha lateral, pela direita, a defesa carioca cochilou e Edigar meteu a testa, livre na linha da pequena área, abrindo o marcador, aos 3 minutos.

Aos 6 minutos, por pouco Paulinho não ampliou, batendo de canhota da entrada da área, a bola raspou o poste, o goleiro Saulo já batido.

 Sob pressão das arquibancadas, o Botafogo adiantou a marcação e foi pra  cima, precisando do empate.  Na força, na bola aérea,  no embalo, dividindo as bolas com mais vontade. Aos 25’, Marcos Vinícius entrou no lugar de Pimpão.  Aos 27’, após uma bobeira do meio campo tricolor, a bola roubada chegou a Kieza, livre, de cara com Douglas, mas a finalização foi para fora, a meio  metro da trave.

  No Bahia, entrou Vinícius no posto de Ze Rafael aos 28’. O time baiano fechadinho, suportando, apostando numa roubada de bola, num contragolpe para tentar matar o jogo. Ênderson colocou o apoiador Flávio substituindo o meia improvisado Paulinho.  E haja escanteios e bolas alçadas na área tricolor.  Daronco a marcar qualquer coisa possível em favor do time da casa.

Aos 40’, num contragolpe bem urdido do Tricolor, a bola foi desviada pelo braço do zagueiro alvinegro. Pênalti?  Daronco ignorou. Aos 44’, com o Bahia no comando, Vinícius foi derrubado na meia lua adversária. Ele mesmo cobrou mas a pelota cobriu o travessão, por pouco. 

 A equipe baiana, bem postada, garantiu o triunfo fora de casa e mais três pontos fundamentais.  Valeu.       

 *

Destaques

Seguro o goleiro Douglas. Nas laterais, Nino apareceu mais que Leo. O miolo de zaga de Jackson e Lucas Fonseca deu conta do recado. Gregore, um gigante. Nilton ditando o ritmo, uma liderança no meio. Ramires amadurece a cada jogo, uma joia rara. Edigar Junio entrou bafejado pela sorte: no primeiro toque na bola, marcou o gol.

*

Ficha Técnica

                        Botafogo (RJ) – Saulo, Marcinho, Marcelo Benevenuto, Rabello e Gilson; Jean,  Bochecha e Lndoso; Luis Fernando, Kieza e Pimpão. Treinador, Zé Ricardo.

                        Bahia – Douglas, Nino, Jeckson, Lucas Fonseca e Leo; Gregore, Nilton, Ramires e Paulinho (Flávio); Ze Rafael (Vinícius) e Gilberto (Edigar Junio).  Treinador, Ênderson Moreira.

No apito, Ânderson Daronco (RS)

*

Outros jogos da rodada :

                                             América (MG) 1 x 1 Grêmio

 Às 19hs/sábado : Sport  x Vasco;   São Paulo x Atlético(PR)

Domingo, no Barradão, 16h:  Vitória x Corínthians.

 

**

Pela 31ª rodada, no próximo sábado, às 19 h, em São Paulo: Corínthians x Bahia.

No meio da semana o Tricolor recebe o Atlético (PR), valendo pela Copa Sul-americana.  

 

 *Foto: O Dia