Príncipe herdeiro da Arábia Saudita envia condolências a filho de Khashoggi

      



O príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammed bin Salman, enviou neste domingo (21) condolências em seu nome e em nome de seu pai, o rei Salman bin Abdul Aziz al Saud, a Saleh Khashoggi, filho de Jamal Khashoggi, jornalista morto no consulado do seu país em Istambul, na Turquia.

A agência oficial "SPA" informou que Mohammed bin Salman ligou para Saleh e que ele "expressou seus sinceros agradecimentos ao príncipe herdeiro por suas condolências".

Neste domingo, o ministro de Relações Exteriores da Arábia Saudita, Adel al-Jubeir, disse, em entrevista ao canal americano "Fox" que a morte do jornalista foi "um terrível erro", afirmou que o príncipe não tinha conhecimento do caso e que uma investigação está sendo feita.

Entenda o caso do jornalista da Arábia Saudita desaparecido na Turquia
Em um primeiro momento, as autoridades sauditas negaram a morte do jornalista crítico ao regime e garantiram que ele tinha saído do consulado em Istambul, depois de resolver trâmites pessoais.

Vários países já se manifestaram e pediram uma apuração rigorosa dos fatos. Mais cedo, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, anunciou que revelará detalhes da investigação turca sobre o caso na próxima terça-feira.