Neojiba completa 11 anos com apresentação na Sala do Coro do TCA

      



Onze anos encantando o público e realizando sonhos. Na próxima quinta-feira (25), os Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (Neojiba) comemoram o 11º aniversário levando música à Sala do Coro do Teatro Castro Alves (TCA), às 17h, pelos valores de R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia). Nesta terça (23), o Coro Juvenil do Neojiba fez o último ensaio antes da grande apresentação. 

Cerca de 6 mil crianças, adolescentes e jovens em toda a Bahia são contemplados com as ações de formação musical do programa. Entre eles, Juliana Valenti, 23 anos, está há seis anos e meio no Neojiba. “As viagens são a parte que eu mais gosto. O momento mais especial para mim foi em São Paulo, quando cantamos com o Coro Paulistano. Também sou monitora. Depois de tanto tempo, já é uma família. A gente tem a responsabilidade, a disciplina e isso é importante para tudo na vida da gente”, afirma. 

Ator, psicólogo e músico, Victor Corujeira está há 5 meses no Neojiba. “No primeiro mês, eu já conseguia ver um crescimento grande na relação de voz, respiração e projeção vocal. A gente aprende muita teoria. Temos professores que fazem intercâmbio em Genebra. Além disso, tem a relação com os colegas, de todas as classes sociais, de todas as etnias e de todas as sexualidades. A diversidade só tem a acrescentar. É muito bacana trabalhar com jovens músicos que têm essas características”. 

Para a maestrina Yuli Martinez, que está há sete anos no grupo, o Neojiba é uma porta de entrada para os jovens baianos fazerem parte da história da música. “O Neojiba é um programa inclusivo do Governo do Estado. Todas as portas estão abertas para todo mundo. Temos coro infantil, infanto-juvenil e juvenil. Quem quer participar precisa esperar abrirem os editais, com repertórios, e há uma audição. A divulgação acontece dois meses antes. Os alunos são bolsistas e recebem alguns benefícios”, explica. 

Yuli acrescenta que a expectativa para a apresentação de quinta-feira (22) é grande. “Eles vão contar a história da música. Vamos também trabalhar o repertório brasileiro. Além disso, o Coro Juvenil vai participar do Encontro de Corais em Curitiba. Então, estamos fazendo essa preparação”.