Elba Ramalho recebe título de Embaixadora de Irmã Dulce

      



A cantora Elba Ramalho recebeu, das mãos da superintendente das Obras Sociais Irmã Dulce (OSID), Maria Rita Pontes, o título de Embaixadora de Irmã Dulce. A homenagem aconteceu na noite desta quinta-feira (25) durante o show Viva Dulce, no Cerimonial Rainha Leonor (Pupileira), que contou ainda com apresentações dos também embaixadores Margareth Menezes e Waldonys. Toda a renda obtida com a venda dos ingressos será agora direcionada para o projeto de ampliação da Unidade Dona Dulce Lopes Pontes - espaço voltado ao atendimento de pacientes com câncer em tratamento na instituição do Anjo Bom. “Servir é tarefa das grandes almas. É uma alegria imensa e um grande prazer estar aqui em favor das Obras de Irmã Dulce”, disse emocionada Elba, que é devota da freira baiana.

Abrindo a noite, Margareth Menezes trouxe um repertório recheado de sucessos da cantora, como Dandalunda e Marmelada, mesclado com hits nacionais como Raiz de todo bem (Saulo) e Soul de verão (Sandra de Sá). Na apresentação de Elba Ramalho não faltaram canções que fizeram sucesso na voz da artista nem clássicos do forró, como Bate coração e Gostoso demais (Dominguinhos). Destaque também para o show do acordeonista Waldonys, que animou o público com músicas consagradas como A vida do viajante (Luiz Gonzaga), Eu só quero um xodó (Gilberto Gil) e Amor não faz mal a ninguém (Trio Nordestino). O músico cearense também emocionou a todos ao tocar a “Ave-Maria” em seu acordeon.

Em clima de gratidão, o Viva Dulce reuniu centenas de pessoas em prol da instituição do Anjo Bom da Bahia. “Quero agradecer a cada um que está aqui e contribuiu para este grande passo na concretização do sonho da Unidade Dona Dulce. Como Irmã Dulce dizia ‘Quando cada um faz um pouco, o pouco de muitos se soma’”, declarou Maria Rita Pontes. Os recursos arrecadados serão aplicados na conclusão da segunda etapa de construção da Unidade Dona Dulce, que inclui ampliação do espaço físico, a exemplo de novos consultórios e recepção, além da compra de equipamentos, como monitores cardíacos, desfibriladores, raio-x portátil e macas, garantindo assim maior conforto e comodidade aos pacientes oncológicos atendidos nas Obras Sociais. Organizado pela OSID juntamente com a rede de voluntárias Amigas de Dulce, o evento contou com o apoio de dezenas de parceiros para sua concretização.