Polêmicas Contemporâneas A luta dos povos indígenas na Brasil contemporâneo

      



O próximo encontro das Polêmicas Contemporâneas da Faculdade de Educação da UFBA será com um debate sobre A luta dos povos indígenas no Brasil contemporâneo e ocorrerá no dia 05 de novembro próximo, às 19 horas, na Escola Politécnica da UFBA.

O debate contará com a presença de

Menandro Ramos, professor da Faculdade de Educação da UFBA que desenvolveu trabalhos com os Kiriri na Bahia, diretor do vídeo Kiriri, sobre a realidade do povo Kiriri na Bahia;

Mauricea de Souza e Silva, Licenciada em História, pesquisadora em História Indígena no Brasil Colônia e Brasil Republica. Uma das organizadoras na exposição "Vozes Indígenas" e integrante do Coletivo Afroindigenessência;

Paulo Titiá, graduado em Licenciatura Intercultural em Educação Escolar indígena pela UNEB, artista plástico e professor, trabalha com arte e educação com pessoas indígenas deficientes, além de ser um dos organizadores das paraolimpíadas indígenas;

Francisco Alfredo Morais Guimarães, professor da UNEB, coordenador do projeto História Indígena, Iconografia e Bricolagens Didáticas, desenvolvido com alunos de Iniciação Científica e Monitoria de Extensão do curso de História do Campus I da UNEB. O projeto está pautado no caráter político e inovador propiciado pela lei 11.645/2008, ao suscitar uma disputa política contra-hegêmonica, através da desconstrução de conceitos, noções e parâmetros interpretativos fortemente arraigados na historiografia e na educação sobre os povos indígenas;
 
Rafaella Madalena Tuxá, mulher, indígena, negra, artista e  pesquisadora. graduanda em Artes Cênicas com enfase em Direção Teatral pela Universidade Federal da Bahia. Bolsista PIBIC e tem como titulo de pesquisa: Drama, Ação e Opressão: o trabalho do curinga na mediação de espetáculos-fórum sobre gênero e identidade, com orientação da professora Antonia Pereira Bezerra. Atualmente está dirigindo "A Morte e a Donzela" de Ariel Dorfman, peça chilena que fala sobre a ditadura e tortura no regime de Pinochet.

O encontro será no auditório Leopoldo Amaral da Escola Politécnica da UFBA, na Federação, aberto à participação da sociedade sem necessidade de inscrição prévia nem pagamento de taxas, sendo também transmitido ao vivo pelo canal www.canalpolemicas.faced.ufba. br sendo possível participar pelo chat: bit.ly/chatPolemicas

Acompanhe e participe pelas redes sociais com a hashtag #polemicas_ufba