Escadas rolantes do Aeroporto de Salvador fechadas até o início de dezembro

      



Até 05/12, as escadas próximas aos caixas eletrônicos (térreo) e à Praça de Alimentação (1º andar) do Aeroporto de Salvador estarão interditadas para realização de intervenções preliminares para a construção da nova área de embarque e reposicionamento do conjunto de equipamentos de circulação vertical (escadas e elevadores).

 

Durante o período, os deslocamentos entre os andares devem ser realizados pelas escadas e elevador em frente ao check-in, que estarão funcionando normalmente. Recomenda-se aos passageiros que vão embarcar no Aeroporto de Salvador e se deslocarão até o Terminal de Passageiros usando veículos particulares que desembarquem no 1° andar, onde fica a área de check-in.

 

No dia 06/12, as escadas rolantes centrais voltarão a operar provisoriamente, até a entrega do novo conjunto de equipamentos, em abril de 2019. O conjunto antigo só será desativado quando o novo estiver em pleno funcionamento.

 

Ampliação

Concluído o reposicionamento dos equipamentos de circulação vertical – que sairão da área central para a lateral, próxima à entrada e saída do Aeroporto -, a Praça de Alimentação será ampliada em 40%, melhorando assim o fluxo de passageiros no terminal. Essa medida também possibilita a implantação da nova área de embarque no segundo piso.

 

Mais eficientes

O novo conjunto de circulação vertical contará com equipamentos modernos. As nove escadas rolantes terão capacidade de transportar até 9 mil pessoas por hora. Com acabamento moderno, elas foram projetadas para atender empreendimentos com fluxo intenso, têm deslocamento suave e consomem menos energia que as atuais.

 

Já os 11 elevadores têm capacidade para transportar até 26 pessoas e operam na velocidade de um metro por segundo. Os novos equipamentos contam com máquinas de tração sem engrenagens, ou seja, apresentam melhor desempenho e não precisam de óleo, contribuindo para a preservação do meio ambiente.

 

Sobre as obras

As mudanças fazem parte do cronograma de obras previsto no contrato de concessão do Aeroporto em que a VINCI Airports assumiu a gestão das operações no terminal. As obras estão divididas em duas fases (1B e 1C), nos próximos quatro anos. A primeira foi iniciada em abril de 2018 e tem previsão de conclusão em outubro de 2019. A segunda tem conclusão prevista para outubro de 2021.

Esta primeira fase envolve ampliação e modernização do terminal de passageiros existente, mudanças no embarque e desembarque, modernização de banheiros e fraldários, melhorias na sinalização, instalação de novos sistemas de ar condicionado e ventilação, adequação na infraestrutura na área das aeronaves, entre outras melhorias.

 

Sobre a VINCI Airports

A VINCI Airports, uma das cinco principais empresas globais do setor de aeroportos, gerencia o desenvolvimento e as operações de 44 aeroportos localizados na França, em Portugal (incluindo o hub de Lisboa), no Reino Unido, na Suécia, no Camboja, no Japão, nos Estados Unidos, na República Dominicana, na Costa Rica, no Chile e no Brasil. Com a presença de mais de 250 companhias aéreas, os aeroportos VINCI registraram um tráfego superior a 180 milhões de passageiros em 2017.

 

Por meio de sua expertise e do profissionalismo de seus 12 mil funcionários, a VINCI Airports desenvolve, financia, constrói e opera aeroportos, aproveitando seu know-how para otimizar a gestão e o desempenho das infraestruturas aeroportuárias existentes, extensões de instalações e novas construções.

 

Em 2017, seu faturamento anual para atividades de gerenciamento atingiu 3,2 bilhões de euros, com um valor consolidado de 1,4 bilhões de euros. Mais informações estão disponíveis em www.vinci-airports.com ou www.salvador-airport.com.br.