EXPOSIÇÃO DE ENEIDA SANCHES CELEBRA RELIGIOSIDADE E CULTURA NEGRA DA BAHIA

      



O Velho Espanha Bar e Cultura sedia a exposição O Retorno dos Contos Crioulos à Bahia, da artista visual Eneida Sanches. A mostra expõe gravuras que remetem a símbolos culturais das religiões de matrizes africanas e ao cotidiano afro-brasileiro, mais especificamente do povo do Recôncavo da Bahia e sua espiritualidade. As gravuras expostas foram produzidas para o livro ‘Contos Crioulos da Bahia (Editora Niger Okan, 2004)’, coletânea de contos afro-brasileiros de Mestre Didi. A mostra é um recorte desta série de gravuras em metal (água forte e água tinta), para a qual Eneida Sanches produziu 104 imagens, entre gravuras, nanquim e desenhos.

 

“Li cada um dos contos e traduzi seus conteúdos para desenhos que através das técnicas de água forte e água tinta foram impressos em papel alemão neutro. Assim nasceu esta série, pela qual tenho um carinho especial e que apresenta um desenho simples e lúdico ao mesmo tempo”, destaca Eneida, que pela primeira vez expõe em um ambiente de bar. “O fato de essa exposição acontecer no Velho Espanha tem também a intenção de marcar o espaço de um bar como lugar onde a cultura, arte e afetos resistem e se fortalecem diante dos desafios atuais”, comenta.

 

Com acesso gratuito e livre para todos os públicos, a mostra será aberta no dia 6 de dezembro (quinta-feira), às 19h, com visita guiada pela própria artista. As visitações ocorrerão do dia 7 de dezembro de 2018 a 28 de abril de 2019, de segundas a sextas-feiras, das 15h às 22h e, nos sábados e domingos, das 10h às 22h.

 

Eneida Sanches:

Baiana, Eneida Sanches iniciou estudos em artes aos 6 anos de idade. Cursou arquitetura, de 1980 a 1990, e, simultaneamente, acompanhou o curso de Artes Plásticas na Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia. Desenvolve pesquisa em estética africana e afro-brasileira desde 1990 e estudou gravura em metal nas Oficinas do Museu de Arte Moderna da Bahia de 1995 a 2000.

 

Entre 1992 e 2000, expôs em Museus e Galerias de Nova Iorque, com ferramentas de uso litúrgico do candomblé yorubá. Apresentou obras relacionadas ao tema do Transe e passou a usar a gravura em campo expandido, em objetos e instalações. Nesse período, recebeu o prêmio do XXIV Salão de Artes MAM Bahia e participou de residência artística na Holanda.

 

A partir de 2011, reuniu gravura e vídeo-instalação através da série Transe – Deslocamento de Dimensões em um trabalho colaborativo com o fotógrafo e videomaker Tracy Collins (NY). Em 2013 teve seu trabalho publicado na Revista de Arte contemporânea N/Paradoxa (Bisi Silva) e expõs a instalação Transe (vídeo instalação) no Festival Vídeo Brasil 2013 – SP.

 

Em 2014 foi selecionada para uma residência em arte contemporânea no NAFASI Artspace em Dar Es Salaam, Tanzânia onde permaneceu por 3 meses. Indicada ao Prêmio PIPA (2015), Eneida já expôs em mostras individuais e coletivas na Caixa Cultural Salvador (2011), Itaú Cultural SP (2016), Bienal de Gaia (Portugal, 2017), e Galeria Andrea Rehder (2018).

 

Bar e cultura:

Reinaugurado há aproximadamente um ano, o Velho Espanha Bar e Cultura se situa num casarão antigo no centro de Salvador, que abrigava desde 1918, o Armazém Espanha. A tradição de vender utensílios para famílias do bairro, como querosene e farinha de mandioca, transformou-se numa atividade de saciar a sede da boemia soteropolitana. Baianos ilustres com Glauber Rocha e Josaphat Marinho são alguns dos clientes que freqüentaram o local.

 

Ressignificado, o Velho Espanha hoje oferece uma programação cultural regular. Em seu primeiro ano, 78 grupos de música se revezaram em mais de 150 shows, que somaram mais de 300 horas de música. O espaço multilinguagem também recebe exposições de arte, espetáculos de dança, teatro e debates. Desde a reinauguração, nomes como Margareth Menezes, Luedji Luna, Paulo Miguez, Côco Raízes de Arcoverde, Cláudio Prado e Balé Jovem de Salvador já integraram a programação do bar.

 

Informações e entrevistas:

Arthur Daltro – (71) 99222 0940 – velhoespanha@gmail.com

 

Serviço:

Artes Visuais – “O Retorno dos Contos Crioulos à Bahia”, de Eneida Sanches

Período: 7 de dezembro de 2018 a 28 de abril de 2019

Horário: de segundas a sextas-feiras, das 15h às 22h e, nos sábados e domingos, das 10h às 22h.

Local: Velho Espanha Bar e Cultura (Rua General Labatut, 38, Barris)

Entrada franca

Informações: (71) 3043 7481

Classificação Indicativa: Livre para todos os públicos

Abertura: 6 de dezembro (quinta-feira), às 19h, com visita guiada com a artista

Conveniência: as obras estarão à venda