Bacelar critica atitude de Bolsonaro sobre MP que exclui LGBT+ da política de Direitos Humanos

      



O deputado federal Bacelar (Podemos) mostrou-se indignado ao tomar conhecimento da Medida Provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, excluindo qualquer citação sobre as pessoas LGBT+ das politicas e diretrizes para a promoção dos direitos humanos. “O presidente tenta com palavras mostrar que não é preconceituoso e que todos têm direitos iguais, no entanto, com ações e caneta na mão, revela que não se importa com o que pode acontecer à comunidade LGBT. Como excluí-los da proteção do Estado ou de serem também beneficiados por programas que promovam o seu desenvolvimento, enquanto cidadãos? Precisamos estar atentos para atitudes discriminatórias e de total desrespeito como essa. Algo que nos chama atenção para o ciclo que estamos começando a vivenciar. Oito secretarias nacionais não mencionam as pessoas LGBT+. Sem dúvida, teremos efeitos negativos, pois a MP da forma que foi publicada, está muito aberta às diversas interpretações. O que a comunidade precisa é exatamente o contrário, ações e políticas que inibam a LGBTfobia, por exemplo”, protestou Bacelar.