Deputado diz que reintegração de posse de área da associação Novo Horizonte pode afetar abastecimento de água de Porto Seguro

      



O deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) se pronunciou sobre um pedido de reintegração de posse da área da associação Novo Horizonte, em Porto Seguro, no sul da Bahia. Assunção afirmou que os acampados respeitam os limites dos mananciais e tratam com zelo a questão das águas na região. “Há rumores fortes de que a ideia do suposto proprietário é construir um condomínio. Ora, um empreendimento deste tipo, numa área sensível de preservação, pode levar a um grave problema no abastecimento de água da cidade”.

 

De acordo com o parlamentar, a Coordenação de Desenvolvimento Agrário [CDA] ainda está debruçada sobre a área para determinar o que é terra pública e o que é particular. “Sendo assim, sequer há uma certeza sobre de quem é a terra, que, inclusive, pode ser pública”, corrobora um dos representantes da Associação Novo Horizonte, Valdemar dos Santos.  

 

Valmir ainda disse estranhar informações de que a própria Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) está fazendo gestões para que a reintegração de posse seja cumprida com celeridade, tendo em vista os riscos que essa ação traz para o manancial. “A embasa sequer integra o processo, e deveria na verdade era se inserir para que pudesse requerer para si a área de preservação, deixando as demais áreas para as famílias que já estão produzindo e morando lá”. A reintegração de posse pode ocorrer na próxima segunda-feira a menos que um novo acordo seja firmado.