Copa do Nordeste: Vitória empata e Fortaleza goleia na abertura

      



Por Zédejesusbarreto
Com sua equipe de garotos, sub-23, o Rubro-negro baiano não fez feio. Deu canseira no desarrumado CSA, em  Maceió e arrancou um bom empate, 1x 1.

   O Fortaleza, treinado por Rogério Ceni, surpreendeu  o Náutico em Recife e venceu com autoridade, 3 x1, dando pinta de que será um dos favoritos dessa Copa do Nordeste. É uma equipe encorpada e difícil de ser batida, sobretudo em seu reduto, no Ceará.  

 **

CSA 0  X  0 Vitória, no Rei Pelé, Maceió.

   Pressão da meninada rubro-negra treinada por João Burse no começo, conseguindo uma série de escanteios seguidos. Aos 13’, Eron quase marca; finalizou rasteiro mas o goleirão defendeu bem. Aos 24’, foi a vez do time alagoano assustar, com um chute de frente, por cima. Aos 29’, numa bola levantada na área baiana, a defesa parou e a cabeçada raspou o poste.

 Por um triz o CSA não abriu o placar. A partida mais equilibrada a partir dos 20 minutos, alternativas ofensivas lá e cá. Correria, bola maltratada, e foi só no primeiro tempo. O Vitória melhor do meio pra frente, trocando passes, chegando; mas a defensiva continua com buracos do lado esquerdo e deficiente nas bolas alçadas.

*

  Aos 6 minutos da segunda etapa, depois de um escanteio, o meia alagoano Patric Fabiano acertou o poste de Caíque. O time da casa voltou melhor dos vestiários.

- Gol! 1 x 0, CSA.  Patric Fabiano aproveitou bem, livre, um rebote de uma bola chutada de longe por Mateus Sávio, que se chocou no travessão de Caíque. A defesa cochilou.  

  Um minuto depois, o Vitória quase empatou num chute de Luan que passou pelo goleiro mas bateu na trave. O Leão foi bravo para cima, na pressão, buscando o empate. O jogo ficou mais brigado. Com uma equipe mais jovem e mais leve o Vitória passou a ditar o ritmo, correria, dando sufoco na área do CSA. Aos 28’, Nickson ficou de cara, livre, mas perdeu.

 Aos 30’, bola cruzada bateu na mão do becão Roni, na área alagoana, e o árbitro marcou pênalti.

- Gol ! 1 x 1. Nickson bateu forte, a meia altura, deslocando o goleiro. Empatou. Mereceu.

 O time do CSA terminou exausto, sem pernas para reagir, e o Leão parecia satisfeito com o empate. O ritmo caiu. Empate justo.

 

 

 *

  - Sábado,  dia 19, o Vitória recebe o Moto  Clube no Barradão, pela segunda rodada do Nordestão.

 

**

Náutico 1 X 3 Fortaleza, no recauchutado estádio dos Aflitos, no Recife

   O Fortaleza abriu o placar aos 40 segundos, gol do avante J Santos, após bobeira do becão do Náutico, perdendo disputa direta na área. Ficou quente, a equipe da casa foi pra cima. Mas tudo ficou mais difícil para o Timbu pernambucano após a expulsão, tola e contestada, do veterano meio-campista Josa, nos meados da primeira etapa. Melhor para os cearenses, mais encorpados, bem treinados por Rogérilo Ceni.

Os pernambucanos até lutaram, tentaram, mas lhes faltou qualidade. Na segunda etapa, faltou perna também.

 O mesmo J Santos ampliou aos 35 min do segundo tempo para o Fortaleza, escorando na pequena área um  cruzamento rasteiro da direita.  2 x 0 para os visitantes. Aos 40’, Enderson ampliou, livre, o Timbu entregue: 3 x 0. Antes de o árbitro encerrar, o Náutico fez o gol de honra, através de Walace.

  O ótimo resultado fora de casa credencia o Fortaleza como um dos favoritos.

**  

- Botafogo (PB) 0 X 0 Santa Cruz, no Almeidão, João Pessoa.

 

**

Na sequência, nesta  quarta-feira:

 - Bahia  X  CRB,  na Fonte Nova, Salvador.

 - Moto Clube (MA)  x Altos (PI), no Castelão, em São Luis.

 - ABC  X  Sergipe, no Frasqueirão, em Natal.

 

**

Foto: EC Vitória