BAIANÃO: TREMENDÃO BATE BAHIA NA FONTE E CONSOLIDA-SE NA LIDERANÇA

      



Por Zedejesusbarreto
No clássico Ba x Ba, o Tricolor de Feira não tomou conhecimento do dono da casa e, na bola, enfiou 2 x 0 no Bahêa, diante de sua torcida, partida valendo pela terceira rodada do Campeonato Baiano 2019.

  Com o resultado, o Bahia de Feira chegou a três triunfos, venceu todos os jogos que disputou, com superioridade, e é o líder da competição,  com 9 pontos ganhos.

*

   Tudo bem que o Bahia da Capital atuou com uma equipe mista, mesclada com atletas jovens da casa e outros recém contratados, sentiu o desentrosamento; mas não podemos desvalorizar a conduta tática, o jogo solidário e a disposição da equipe feirense, com alguns atletas remanescentes ainda da conquista do título de campeão baiano em 2011. E que correram uma barbaridade em campo. O treinador Barbosinha armou uma arapuca na Fonte e se deu bem.      

*

Bola que rola

A despeito da equipe sem entrosamento e de estar enfrentando um time rodado, que atua junto há algumas temporadas e entrou em campo como líder invicto da competição, o Tricolor da Capital começou na frente criando duas boas situações de gol, mas ... foi o Bahia de Feira que abriu o placar, na primeira investida.

-  Gol 1 x 0 Bahia de Feira, aos 8 minutos. Cruzamento da direita, a zaga da casa desarrumada, Jarbas antecipou-se rápido, na frente da pequena área e testou forte, inapelável.

 Aos 14’, após boa arrancada de Shaylon varando a área pelo lado esquerdo, a bola desviou no braço do defensor do interior e o árbitro marcou o pênalti. Claiton bateu rasteiro e Jair defendeu; na sobra, Èlber tentou e o veterano Jair fez outra ótima intervenção, evitando o empate e comemorando muito.

  Claro, placar adverso, pênalti perdido, torcedor cobrando ...  o jogo ficou  à feição da equipe de Barbosinha. Fechadinha atrás, marcando duro e apostando no contra-ataque em velocidade.

  O Bahia da Capital teve  mais  a bola, trocou mais passes mas teve dificuldades de penetrar na experiente defensiva de Feira, equipe bem treinada, que soube se defender bem,  e foi perigosa nos contragolpes.

 Aos 29’, Shaylon achou Élber livre na área adversária, mas o avante  dominou mal a bola, perdeu tempo e desperdiçou a chance.  

 

  Assim foi o primeiro tempo: O time de Enderson Moreira tomou as iniciativas, teve mais posse de bola, evoluiu trocando passes, chegou mais, mas levou um gol no começo da partida, num único arremate do time interiorano. A equipe de Barbosinha, malandra e bem vivida, fechou-se inteira atrás, correndo, marcando, catimbando, dificultando ...  No mais, até pênalti o Bahia perdeu e alguns jogadores, como Claiton e Élber, nada renderam.

*        

  O Bahia de Feira voltou ainda melhor dos vestiários, mais confiante, mais solto, bem postado, correndo muito, encarando. A equipe da casa ficou enroscada na marcação, sem inspiração ofensiva. Aos 10’, Claiton cabeceou de cara com Jair, mas o goleiro pegou.

  Aos 12’, Enderson trocou logo dois: saíram Luis Fernando e Claiton (vaiado pelo torcedor), entrando Flávio e Marco Antonio. No Ba Feira saiu Vitinho, entrou Edmar.  Aos 25’, saiu Mateus e entrou o menino Borel.

  O tempo ia passando, o Ba Feira mastigando, defendendo-se bem, apostando no bote do contragolpe, no erro do adversário. O time da capital não conseguia furar o bloqueio. Daí ... 

 - Gol ! 2 x 0 Bahia de Feira, Dionísio, aos 23 minutos. Um passe errado de Mateus, no meio campo, e a bola foi enfiada por Bruninho para Deon na esquerda, em velocidade;  o cruzamento saiu rápido e rasteiro para a chegada pelo meio, livre, de Dionísio, de cara.

  Aos 30’, Shaylon bateu colocado, de canhota, da entrada da área. Jair espalmou bem. Dois minutos depois, o mesmo Shaylon pegou livre na grande área, de canhota, bola por cima do travessão.  Aos 40’, Shaylon cobrou falta colocada e Jair novamente salvou.

  No final, vaias do torcedor, incrédulo. E parabéns ao Tricolor de Feira pelo bom jogo, tático, cirúrgico.  

*

  Destaques

  Perfeita atuação do veteraníssimo goleiro Jair, da rodada zaga de Menezes e Paraíba. Bom o lateral direito Val. Muita manha dos manjados Jarbas, Bruninho, Deon ...  Ótimo trabalho coletivo do treinador Barbosinha.

  Na equipe do Bahia, sem inspiração, Shaylon foi o que mais apareceu.   

 *

Ficha Técnica

- Bahia : Anderson, Mateus (Borel), Ignácio, Ernando  e Paulinho; Luis Fernando (Flávio), Douglas  e Shaylon; Claiton(Marco Antonio), Caíque e Élber.   Treinador, Ênderson Moreira.

 - Bahia de Feira: Jair, Van, Menezes, Paulo Paraíba e Cazumba; Gabriel, Capone, Jarbas (Dionísio) e Bruninho; Deon (Edinho) e Vitinho (Edmar).   Treinador, Barbosinha.

No apito, Edvalter  Marinho. Distribuiu muitos cartões amarelos, mas não comprometeu.

 

**

  De saída

-  O centroavante Junior Brumado, 19 anos, cria do Tricolor, está indo para a Dinamarca. Nessa quarta-feira (dia 30 janeiro),  a diretoria do Bahia anunciou a venda do jovem atacante para o Midtjylland, atual campeão dinamarquês, por R$ 9,5 milhões. Em caso de transferência futura, o Bahia ficará com 15% do valor.

**

 Em Feira de Santana,  Fluminense  1  x  1 Jacobina

 

**

Amanhã, quinta, no Barradão, às 21h30:  Vitória  x  Jacuipense.  

**

- E domingo tem  o primeiro clássico Ba x Vi do ano, na Fonte Nova, valendo pelo Nordestão 2019.

 *Foto: EC Bahia