Vereadora Ireuda Silva toma posse na presidência da Comissão da Mulher

         



A vereadora Ireuda Silva (PRB) foi empossada na manhã desta terça-feira (05) na presidência da Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher, durante cerimônia realizada na Câmara Municipal de Salvador (CMS). Ela ficará à frente do colegiado nos próximos dois anos. Os membros das demais comissões também tomaram posse.

“Quero agradecer ao meu colega e presidente desta Casa, Geraldo Júnior, pela minha indicação à presidência da Comissão. Agradeço também o apoio dos demais colegas”, disse a republicana na ocasião.

Anunciada pelo novo presidente da Casa, Geraldo Júnior (SD), em novembro, Ireuda acredita que a comissão adquire uma relevância maior diante do aumento das denúncias de feminicídios e agressões contra mulheres. 

"Nesse momento que vivemos, em que casos de feminicídio, assédios e violência doméstica ganham cada vez mais notoriedade na mídia, a Comissão da Mulher se faz ainda mais importante. Nós do colegiado seguiremos cada vez mais fortes na luta por nossos direitos. Vamos ressignificar a Comissão da Mulher e fazer uma gestão participativa, ouvindo a sociedade e todos os setores que podem contribuir com a causa. Não vamos aceitar dar nem um passo atrás", avalia Ireuda.

Em seus dois anos de mandato, a vereadora destacou-se na luta contra a discriminação racial e pelo empoderamento feminino. Ela trabalha pela implantação da Ronda Maria da Penha na Guarda Municipal e pela criação de uma força tarefa formada por órgãos de segurança pública da Bahia para promover novas ações de combate à violência.

Ireuda também apresentou à Câmara de Salvador um projeto de lei que assegura vagas de emprego para mulheres vítimas de violência e conduz anualmente o prêmio Maria Felipa, destinado a mulheres negras com papel de destaque na luta contra o preconceito. A republicana também é autora da lei que instituiu o Dia Municipal de Combate à Exploração Sexual de Mulheres.

Também compõem a Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher as vereadoras Aladilce Souza, Cátia Rodrigues, Lorena Brandão, Marta Rodrigues, Ana Rita Tavares e o vereador Odiosvaldo Vigas.