Alan Sanches apela para a sensibilidade da Sesab para autorizar internato a estudantes de medicina

         



O deputado estadual Alan Sanches, membro da comissão de Saúde e Saneamento da Assembleia Legislativa da Bahia, conclamou em plenário nesta terça-feira (5), para que o secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, de forma a sanar o impedimento aos estudantes de medicina ao internato nos hospitais escola do sistema público baiano, retire a polêmica cobrança a novos internos oriundos de instituições particulares incluída em edital protocolado em dezembro pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesab), que já vigorava há três anos, decisão contestada pela Justiça. 
 
“Afinal, é mais do que notório que a falta de consenso entre o Governo e o Tribunal de Justiça da Bahia, além de prejudicar a educação dos envolvidos, a formação de novos médicos, prejudica o atendimento nos hospitais públicos ao reduzir o contingente profissional”, alertou Sanches. 
 
Em Ofício Circular emitido no dia 24, a secretaria comunicou aos diretores das unidades de saúde que os estabelecimentos da rede estão impedidos judicialmente de receber os estudantes para o estágio em 2019, conhecido como internato, devido à suspensão do edital de chamamento público para seleção das instituições de ensino superior. 
 
“E, até então, não apresentou nenhuma proposta de solução ao impasse, deixando não apenas os estudantes, mas a população que precisa de atendimento, da saúde pública, entre os mais prejudicados”, reforçou o deputado.